BANNER TOPO

Cejusc Trânsito firma quase 90% de acordos dentro de oito meses na Comarca de Patos

Nenhum comentário

domingo, 22 de março de 2020--

Funcionando, de forma pioneira, há cerca de oito meses, o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) da Comarca de Patos, que atende demandas envolvendo acidentes de trânsito, já realizou 18 audiências, destas, 15 resultaram em acordos conciliatórios, firmados no Centro, e três aconteceram nos locais da ocorrência dos acidentes. Desta forma, o Cejusc Trânsito, nesse período, alcançou um percentual de quase 90%.

O Centro nasceu de um convênio existente entre o Tribunal de Justiça da Paraíba, por meio do Núcleo de Conciliação e Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec), e a Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (Sttrans), sendo inaugurado, nas dependências da Autarquia Municipal, no dia 12 de julho de 2019. No local, são realizadas audiências de conciliação e mediação, a partir da ocorrência de sinistros de trânsito, que ensejam em danos materiais aos envolvidos e sem vítimas.


O coordenador do Cejusc Trânsito, juiz Ramonilson Alves Gomes, explicou que o Centro representa uma experiência não só pioneira, mas promissora. De acordo com o magistrado, outras comarcas, em cidades, inclusive, fora da Paraíba, observaram a experiência, manifestando interesse. “Os dados são animadores. Vejo com muita alegria e satisfação esse fruto gerado aqui em Patos e com potencial para se replicar em todo o Estado, quem sabe no Brasil”, ressaltou, destacando ser uma solução rápida, com mão de obra altamente qualificada, vocacionada para as demandas de trânsito.

A assessora jurídica-administrativa do Cejusc Trânsito, Ana Paula, salientou que, se as partes não quiserem realizar um acordo no momento em que aconteceu o sinistro, devido aos fatores circunstanciais, elas têm a opção de marcar uma audiência de conciliação que ocorrerá no núcleo do Cejusc. Ela pontuou, ainda, a existência de uma outra forma, que atende aos cidadãos que não registraram a ocorrência no momento do acidente junto a Sttrans, onde eles podem procurar o Cejusc Trânsito, na sede da autarquia, para marcar a audiência de conciliação no sentido de resolver o problema material causado no local do acidente.

“O Cejusc desempenha atribuições de conciliação, ou seja, o conciliador é um terceiro imparcial, não é atribuição do Cejusc adentrar no mérito, não vamos entrar no quesito da documentação, de quem estava certo ou errado, o que nós vamos fazer é proporcionar às pessoas envolvidas no acidente, um momento para conversarem e verem qual a melhor forma de resolver o conflito”, explicou Ana Paula.

Já o superintendente da Sttrans de Patos, Jefferson Melquíades, frisou a importância do Centro como sendo um pioneirismo que deu certo. “O Cejusc é uma relevante ferramenta para a população buscar uma conciliação em um acidente que pode acontecer com qualquer pessoa, não sendo necessário ir para a Justiça. A cidade de Patos é a única da Paraíba, e uma das poucas do país, que desenvolve esse projeto em parceria com os Tribunais de Justiça do seu Estado, trabalhando dentro da conciliação. Só temos que agradecer essa ação conjunta, esse projeto, pois é uma ferramenta útil para todos”, realçou o superintendente.

O coordenador do Núcleo de Educação para o Trânsito de Patos, agente Antônio Coelho, lembrou que o Cejusc Trânsito é um serviço acessível e gratuito, disponibilizado ao cidadão e que os acordos firmado são homologados pelo juiz Ramonilson Gomes. “O Centro está vinculado ao setor educacional da Sttrans, pela promoção e pacificação dos conflitos no trânsito, através da orientação, informação e da conciliação”, evidenciou, enfatizando que o Cejusc Trânsito pode ser acionado pelos telefones (83) 4322-1019.

Em funcionamento -  O juiz Ramonilson Gomes informou que a estrutura da conciliação na Comarca de Patos conta ainda com mais três Cejuscs: o Processual, que atende demandas instrumentalizadas pelo Código de Processo Civil, sediado no Fórum Miguel Sátiro; o segundo, diz respeito às ações relativas ao consumidor e é fruto de parceria entre o Tribunal de Justiça e o Procon Municipal e o terceiro, também resultante de convênio do TJ com o Centro de Ensino Superior de Patos (UNIFIP), atende, basicamente, as demandas de família, dentre outras, de natureza patrimonial de pequeno valor, instalado dentro do Fórum da Comarca.

“Esses Centros são experiências exitosas que geram excelentes resultados, muitos acordos diários e semanais, de forma que os maiores beneficiados são os jurisdicionados que têm seus conflitos resolvidos de forma pacífica, por meio da conciliação”, concluiu o magistrado.

 
 
 
 
 
Por Lila Santos/Gecom-TJPB Com informações da Coordecom Prefeitura Patos


COVID-19: Cagepa suspende corte de água durante pandemia

Nenhum comentário
A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) não vai suspender o fornecimento de água a consumidores inadimplentes durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). O órgão informou que vai acatar a recomendação da Defensoria Pública da Paraíba, adotando meios menos gravosos de coação para a cobrança. O ofício foi encaminhado na última quarta-feira (18) pelo Núcleo de Defesa do Consumidor (Nudecon) da Instituição.

Em nota, o órgãos ressatou que as faturas relativas à aferição do consumo de água continuarão sendo emitidas normalmente e deverão ser pagas pelo usuário pelos canais presenciais ou virtuais. A suspensão temporária do corte de água não implicará em prorrogação da data de vencimento para o pagamento das faturas.

“Mesmo não havendo corte, solicitamos que o usuário dê prioridade ao pagamento de sua conta. Isso para evitar o acúmulo de faturas inadimplentes e também considerando que a água é um bem essencial e o seu tratamento e distribuição implicam em custos com insumos que precisam ser pagos em dia, visando a manutenção e operação desse serviço essencial no combate ao novo coronavírus”, manifestou o órgão por meio de nota.

As recomendações feitas pela DPE-PB à Cagepa e a Energisa consideraram, entre outros aspectos, a redução de renda de pessoas autônomas durante o período de isolamento proposto pelas autoridades sanitárias do país.

Em resposta à Defensoria Pública, a Energisa informou que não suspenderá o fornecimento de clientes inadimplentes.

“Essa discussão e tomada de decisão não cabe exclusivamente às concessionárias. Quaisquer medidas de desoneração aos consumidores só podem ser implementadas com a adequada análise do Ministério de Minas e Energia e da Aneel, que regula o setor”, justificou.



MaisPB

PB tem 187 casos suspeitos de coronavírus com 17 internações

Nenhum comentário
A Paraíba tem 187 casos suspeitos de coronavírus, causador da Covid-19. Os dados atualizados foram divulgados na noite deste sábado (21) pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). O estado segue com apenas um caso confirmado, de um homem com 60 anos, de João Pessoa, que já estaria curado. Quarenta casos foram descartados em toda a Paraíba.

Os dados apontam que há 17 pessoas internadas com suspeitas da doença, sendo 10 delas em João Pessoa. Dentre as 10, quatro estão em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sendo três delas em hospital privado. As outras internações estão em Campina Grande (2), Patos (1), Sousa (1), Monteiro (1) e Cajazeiras (2). Duas mortes são investigadas, registradas em João Pessoa e Patos.

Sintomas e cuidados

Só são recolhidos materiais para teste do coronavírus apenas casos graves (pessoas que apresentem falta de ar, dificuldade para respirar, dor no peito e febre que se prolongue por mais de 72 horas, mesmo com o uso de antitérmicos). Recém-nascidos, gestantes e puérperas (até 45 dias pós-parto), idosos e pessoas com doenças crônicas devem procurar assistência médica para devida orientação e serem priorizados. 

Os casos leves, que podem chegar a até 80% dos registros, irão se comportar como um quadro gripal, com cuidados como isolamento domiciliar, boa hidratação e alimentação e medidas de etiqueta respiratória (proteger a boca com o antebraço ao tossir ou espirrar).

Estrutura de atendimento

O governador João Azevêdo (Cidadania) anunciou, neste sábado (21), a implantação de mais 300 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) para atender demandas de atendimento para o coronavírus, representando um investimento de R$ 30 milhões. De acordo com o gestor, a medida vai reforçar a rede hospitalar, que já reservou 270 leitos de enfermaria e 90 leitos de UTIs, anunciados em um plano de contingenciamento.

Segundo a Secretaria de Saúde, a Paraíba conta com 205 hospitais e mais de 8 mil leitos, sendo 132 hospitais públicos, destes 32 estaduais e mais de 6 mil leitos são públicos.

Calamidade pública

O governador decretou, neste sábado (21), estado de calamidade pública na Paraíba devido à grave crise de saúde pública decorrente da pandemia do coronavírus e de suas repercussões nas finanças públicas do Estado. A medida foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) e autoriza a adoção de medidas excepcionais para combater à disseminação da Covid-19 no território paraibano.

Estão impedidas atividades em academias, ginásios, centros esportivos púbicos e privados; shoppings, galerias comerciais, bares, restaurantes, casas de festas, casas noturnas, boates e estabelecimentos similares; cinemas, teatros, circos, parques de diversão e estabelecimentos congêneres, públicos e privados; e embarcações turísticas, de esporte e lazer, em todo o litoral paraibano. A recomendação das autoridades é permanecer em casa.

Em João Pessoa, o serviço de ônibus está suspenso, funcionando apenas para o deslocamento de profissionais da saúde, com horários específicos. Em Campina Grande, o sistema de transporte opera com 32% da frota.

Casos de coronavírus no Brasil

O número de casos de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, subiu de 904 para 1.128 nas últimas 24 horas, segundo o Ministério da Saúde. O número de mortes aumentou de 11 para 18. Os dados consideram informações repassadas pelas secretarias estaduais de saúde até as 16h deste sábado (21).


Portal Correio

Como se previnir do coronavírus o COVID-19

Nenhum comentário
"O vírus corona é interrompido não pelo pânico, mas pela inteligência de um jovem pesquisador que foi transferido para Wuhan do Cantão de Shenzhen, na China, para trabalhar com a força-tarefa de combate à epidemia de coronavírus, tivemos o prazer de receber e compartilhar essas informações claras, simples e acessíveis para todos, que  descreve exatamente como o vírus é transmitido de uma pessoa para outra e como ele pode ser neutralizado em nossa vida diária. 

Uma infecção por coronavírus não causa um resfriado com o nariz molhado ou tosse fria, mas uma tosse seca e cortante, que é a mais fácil de distinguir.

O vírus não é resistente ao calor e morre quando exposto a temperaturas acima de 26 a 27 graus.  Portanto, bebidas quentes como infusões, caldos ou simplesmente água quente devem ser consumidas generosamente ao longo do dia. Evite beber água gelada ou bebidas com gelo (cubos de gelo). Se você pode, deve tomar sol.

O vírus corona é grande em tamanho (400-500 nanômetros de diâmetro), de modo que qualquer máscara pode detê-lo; máscaras especiais não são necessárias na vida cotidiana.

A situação é diferente para médicos e paramédicos expostos a altos níveis do vírus e que precisam usar equipamentos especiais. Quando uma pessoa infectada espirra à nossa frente, o vírus cai no chão a três metros de distância e impede que caia sobre nós.

Se o vírus estiver em superfícies metálicas, ele sobreviverá por cerca de 12 horas.  Portanto, se você tocar em superfícies metálicas como portas, equipamentos, corrimãos, etc., lave bem as mãos com sabão e desinfecte-as com gel alcoólico.

O vírus pode viver aninhado em roupas e tecidos por 6 a 12 horas, detergentes comuns podem erradicá-lo, os elementos que não podem ser lavados diariamente devem ser expostos ao sol e o vírus morre.
 
Como se manifesta:

O vírus instala-se pela primeira vez na garganta, causando inflamação e secura - esse sintoma pode durar de 3 a 4 dias.

O vírus viaja através da umidade nas vias aéreas, desce pela traquéia e se instala nos pulmões, causando pneumonia que dura cerca de 5 ou 6 dias.

A pneumonia se manifesta com febre alta e dificuldade em respirar.  Não combina com o frio clássico, mas pode haver uma sensação de asfixia.  Nesse caso, você deve consultar seu médico imediatamente.

Como evitar infecções

O vírus geralmente é transmitido através do contato direto com substâncias, tecidos ou materiais nos quais o vírus está presente: a lavagem das mãos com sabão é essencial.

O vírus sobrevive apenas em nossas mãos por cerca de 10 minutos, mas muitas coisas podem acontecer durante esse período, como  esfregar os olhos, tocar o nariz, para dar um exemplo - isso permite que o vírus penetre na garganta.  Portanto, lave as mãos com muita frequência e desinfecte-as.

Eles podem ser gargarejados com soluções desinfetantes que eliminam ou minimizam a quantidade de vírus que pode penetrar na garganta, eliminando-o antes que ele entre na traquéia e depois nos pulmões.
 
Desinfecte o teclado e o mouse do PC.  O volante do carro, temos que cuidar de nós mesmos e dos outros.

 OUTRAS ADVERTÊNCIAS

Respire fundo e prenda a respiração por 10 segundos.  Se isso for alcançado sem tosse, sem dificuldades e / ou sem sensação de tensão, etc., isso mostra que não há fibrose nos pulmões, o que indica a ausência de uma infecção.

Nestes momentos críticos, é necessário realizar essa verificação todas as manhãs em um ambiente com ar limpo.

Este é um conselho sério e excelente dos médicos japoneses que tratam o COVID-19 dessa maneira.  Todos devemos ter certeza de que a boca e a garganta estão sempre úmidas, nunca secas, você deve beber um gole de água pelo menos a cada 15 minutos, porque?  Mesmo que o vírus entre na boca com água ou outros líquidos, ele passa diretamente pelo esôfago para o estômago, onde os ácidos do estômago destroem o vírus.  Se você não beber água suficiente regularmente, o vírus pode entrar na traqueia e daí para os pulmões, o que é muito perigoso.

 
Compartilhe essas informações com familiares, amigos e conhecidos por solidariedade e cidadania! "



Texto recebido via whatsapp






Criança de 2 anos é internada com suspeita de coronavírus em Patos

Nenhum comentário

sexta-feira, 20 de março de 2020--

Uma criança de 2 anos está internada em Patos no Hospital Infantil Noaldo Leite, com suspeita de coronavírus. A criança do sexo feminino deu entrada nesta quinta-feira (19) apresentando sintomas de febre, dispneia e tosse seca.

De acordo com a diretora da unidade de saúde, a menina teve contato com um familiar que esteve em regiões onde há registro confirmado de transmissões locais.

"O caso segue em investigação clínica e a criança está em isolamento”, destacou a diretora da unidade Rhyana Karla.

Já foi feito um exame para identificar se a criança tem ou não o novo coronavírus, com a coleta de swab. O material recolhido será encaminhado para o Instituto Evandro Chagas, no Pará, e o resultado sai em cerca de 72h.

"É importante dizer que a criança está evoluindo e apresentando melhora do desconforto respiratório e ,no geral, apresenta um bom estado, sem a necessidade de oxigenoterapia”, disse a diretora




Portal TV Sol 

Complexo Hospitalar de Patos atende paciente com sintomas e suspeita de Covid-19

Nenhum comentário
Na manhã desta quinta-feira (19), o Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro, em Patos, registrou o primeiro atendimento na unidade de um paciente com suspeita de coronavírus. 

Trata-se de um paciente jovem do sexo masculino, de 39 anos, vendedor e que têm como rota de trabalho o estado do Rio Grande do Norte.

O paciente deu entrada na emergência queixando-se de todos os sintomas da doença, tais como, cansaço, tosse sem secreção e febre alta. Foi feito o atendimento ambulatorial, recolhido material para exame e, após exames e medicação, o paciente foi encaminhado para isolamento domiciliar e vai ficar sendo acompanhado pela equipe da Vigilância Sanitária do município de Patos.

O material recolhido será encaminhado para o laboratório de referência em João Pessoa, o Lacen, e segundo a diretora geral do Complexo, Lilian Sena, o laboratório tem um prazo de até quatro dias para enviar o resultado do exame para o Covid-19.

"Esse foi o primeiro caso que atendemos no Complexo de um paciente que se queixava dos sintomas do Covid-19, mas, isso não quer dizer que ele esteja com a doença. Nós só poderemos afirmar isso com o resultado do exame”, disse Liliane.

Ela lembra que o Complexo adotou uma série de medidas para o enfrentamento deste momento, para o atendimento dos pacientes com suspeita da doença e ações que possibilitem que a unidade esteja preparada para enfrentar essa pandemia.


 

Fonte: Assessoria/ Eliane Sobral

Câmara de Patos emite portaria suspendendo imediatamente todas as atividades legislativas e expediente

Nenhum comentário

A presidente da Câmara Municipal de Patos, Tide Eduardo, publicou nesta quinta-feira(19), a portaria de N°34/2020 que determina a suspensão imediata, por tempo indeterminado, de todas as atividades legislativas e expediente, como medida preventiva para redução da propagação do COVID-19, em fase de transmissão comunitária no nosso país, com objetivo de contribuir com a proteção individual e coletiva da nossa população.

A portaria diz ainda que, em caso de relevante interesse público os vereadores poderão ser convocados para retomada imediata das sessões.


Assessoria CMP
Outros Destaques
© todos os diteiros reservados
easyweb com tecnologia blogger