BANNER TOPO

Mostrando postagens com marcador Brasil. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Brasil. Mostrar todas as postagens

Petrobras reduz em 10% preço do gás de cozinha nas refinarias nesta terça-feira (31)

Nenhum comentário

terça-feira, 31 de março de 2020--

A Petrobras anunciou que irá reduzir em 10% o preço do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), o gás de cozinha, nas refinarias a partir desta terça-feira (31). 

Esta é a terceira redução no preço nos últimos 10 dias, totalizando uma queda de 21% no preço do produto este ano.
 
O preço nas refinarias passa a ser de R$ 21,85 para o botijão de 13 quilos. A redução atinge tanto o GLP residencial como industrial.

Segundo a Petrobras, a empresa está reforçando o abastecimento de GLP no mercado através de compras adicionais do seu programa de importação, depois que muitas famílias estocaram botijões devido ao receio da pandemia de covid-19.

A Petrobras destacou, no entanto, que não há qualquer necessidade de fazer estoque do produto, que não corre risco de desabastecimento.





CLICKPB

Senado aprova auxílio de R$ 600 para autônomos e intermitentes contra efeitos do coronavírus

Nenhum comentário

segunda-feira, 30 de março de 2020--

O Senado aprovou por unanimidade, na tarde desta segunda (30), o auxílio emergencial de R$ 600 a trabalhadores informais (sem carteira assinada) e de R$ 1.200 para mães responsáveis pelo sustento da família. O Senado incluiu entre os beneficiários os trabalhadores intermitentes com contratos inativos.

A medida visa atender aos trabalhadores afetados financeiramente pela pandemia do novo coronavírus por três meses e agora aguarda a sanção do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). De acordo com a Agência Senado, o governo pode prorrogar o pagamento do auxílio enquanto durar a epidemia.

Para ter acesso ao benefício, o trabalhador deve cumprir cinco requisitos, entre eles ser maior de idade e não ter emprego formal. Além disso, o candidato precisa ser MEI (microempreendedor individual), contribuir como individual ou facultativo ao INSS, estar inscrito no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal) ou ter renda familiar de até meio salário mínimo por mês (atualmente, R$ 522,50). Confira mais logo abaixo.

Os senadores por meio de sessão remota, para evitar o contágio do coronavírus, aprovaram o projeto de forma imediata, após acordo na parte desta manhã. A sessão estava marcada para terça-feira (31), mas foi antecipada em caráter de urgência.

Ficaram para a sessão desta terça-feira as sugestões de senadores para ampliar o benefício para outras categorias como taxistas, motoristas de aplicativos, motoristas de perua escolar, pescadores sazonais e indígenas, quando será debatido um projeto complementar da renda mínima.

O repasse direto de dinheiro a trabalhadores que estão sem renda devido à quarentena necessária para reduzir a velocidade da pandemia de Covid-19, doença respiratória provocada pelo novo coronavírus, custará aproximadamente R$ 14,5 bilhões aos cofres públicos e ganhou o apelido de "coronavoucher".

Um dos principais desafios para fazer o dinheiro chegar aos trabalhadores informais será levar o auxílio àqueles que não possuem conta bancária.

De acordo com a Caixa, o pagamento para todos os beneficiados pelo auxílio será de forma escalonada —autorizando grupos de beneficiários a fazer o saque em diferentes datas. Essa é uma das estratégias em discussão entre órgãos federais para evitar aglomerações em bancos, casas lotéricas ou em quaisquer outros pontos de saque do auxílio que forem estabelecidos pelo governo.

Quem tem direito ao auxílio
 
Para ter acesso ao auxílio, a pessoa deve cumprir, ao mesmo tempo, todos os seguintes requisitos:

ser maior de 18 anos de idade;
não ter emprego formal;
não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família;
ter renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total (tudo o que a família recebe) de até três salários mínimos (R$ 3.135,00); e
não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,7
 
O candidato deverá também cumprir uma das condições abaixo:

exercer atividade na condição de Microempreendedor Individual (MEI)
ser contribuinte individual ou facultativo da Previdência Social
ser trabalhador informal inscrito no CadÚnico
ter cumprido o requisito de renda média até 20 de março de 2020
Dois benefícios na família

Será permitido a duas pessoas de uma mesma família acumularem benefícios: um do auxílio emergencial e um do Bolsa Família
Se o auxílio for maior que a bolsa, a pessoa automaticamente irá receber o auxílio
 
Declaração de renda

A renda média será verificada por meio do CadÚnico para os inscritos e, para os não inscritos, com autodeclaração em site, que será lançado pelo governo
Na renda familiar serão considerados todos os rendimentos obtidos por todos os membros que moram na mesma residência, exceto o dinheiro do Bolsa Família
 
Forma de Pagamento
 
O auxílio emergencial será pago por bancos públicos federais por meio de uma conta do tipo poupança social digital.
 
A conta será aberta automaticamente em nome dos beneficiários, com dispensa da apresentação de documentos e isenção de tarifas de manutenção.
 
A conta pode ser a mesma já usada para pagar recursos de programas sociais governamentais, como PIS/Pasep e FGTS.
 
Será permitido fazer ao menos uma transferência eletrônica de dinheiro por mês, sem custos, para conta bancária mantida em qualquer instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central.
 
Se o trabalhador deixar de cumprir as condições estipuladas, o auxílio deixará de ser pago.
 
 
 
Agência do Senado
 
 

Prazo para saque imediato de até R$ 998 do FGTS acaba nesta terça (31)

Nenhum comentário
O trabalhador que até hoje (30) não fez o saque imediato de até R$ 998 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) tem até amanhã (31) para retirar o dinheiro. Na quarta-feira (1º), todo o dinheiro não sacado retornará à conta original.

Desde setembro do ano passado, a Caixa Econômica Federal está distribuindo dinheiro de contas ativas ou inativas do FGTS. Os recursos foram liberados de forma escalonada até dezembro, num cronograma baseado no mês de nascimento do trabalhador. Ao todo, foram distribuídos cerca de R$ 40 bilhões, que serviram para estimular a economia no fim do ano passado.


O valor usado como referência para o saque imediato é o saldo de cada conta – ativa ou inativa – em 24 de julho do ano passado. Os trabalhadores com saldo acima de R$ 998 nessa data só podem sacar até R$ 500 por conta de FGTS. Quem tinha contas com até R$ 998 – montante equivalente ao salário mínimo no ano passado – pode sacar até esse valor.

Numa simulação, um trabalhador que tinha R$ 998 numa conta do FGTS e R$ 1 mil em outra conta em 24 de julho do ano passado só pode retirar R$ 998 da primeira conta e R$ 500 da segunda.

A retirada também pode ser feita por quem tinha sacado os R$ 500 da conta no ano passado e não retirou a diferença entre R$ 500 e R$ 998 em dezembro. Inicialmente, o governo permitiria apenas a retirada de até R$ 500 por conta, mas o Congresso Nacional ampliou o saque para R$ 998 para contas com saldo igual ou inferior ao salário mínimo.

Como sacar

O saque poderá ser feito pelos mesmos canais de pagamento da primeira etapa do saque imediato. Por causa da pandemia de coronavírus, a Caixa orienta o resgate por meio do aplicativo FGTS, disponível para tablets e smartphones dos sistemas Android e iOS. Nesse caso, o trabalhador pode programar a transferência do dinheiro para qualquer conta em seu nome, independentemente do banco. A operação não tem custo.


Os saques de até R$ 998 podem ser feitos nas casas lotéricas, caso esses estabelecimentos estejam abertos, e terminais de autoatendimento para quem tem senha do Cartão Cidadão. Quem tem Cartão Cidadão e senha pode sacar nos correspondentes Caixa Aqui, caso esses estabelecimentos estejam autorizados a abrir. Basta apresentar documento de identificação.

Atendimento

Desde a última terça-feira (24), as agências da Caixa estão funcionando em horário reduzido, das 10h às 14h. O atendimento está restrito a quem não puder resolver o problema por canais eletrônicos. As dúvidas sobre valores e a data do saque podem ser consultadas no aplicativo do FGTS, pelo site da Caixa ou pelo telefone de atendimento exclusivo 0800-724-2019, disponível 24 horas.
 
A Caixa destaca que o saque imediato não altera o direito de sacar todo o saldo da conta do FGTS, caso o trabalhador seja demitido sem justa causa ou em outras hipóteses previstas em lei.

Essa modalidade de saque não significa que houve adesão ao saque aniversário, que é uma nova opção oferecida ao trabalhador a partir de abril, em alternativa ao saque por rescisão do contrato de trabalho. Por meio do saque aniversário, o trabalhador poderá retirar parte do saldo da conta do FGTS, anualmente, de acordo com o mês de aniversário.


Agência Brasil
Foto: Fernando Frazão

Coronavírus: Câmara aprova R$ 600 por mês para trabalhador informal

Nenhum comentário

sexta-feira, 27 de março de 2020--

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nessa quinta-feira (26) auxílio emergencial por três meses, no valor de R$ 600, destinados aos trabalhadores autônomos, informais e sem renda fixa durante a crise provocada pela pandemia de coronavírus. A matéria segue para análise do Senado. 

Pelo texto do relator, deputado Marcelo Aro (PP-MG), o auxílio pode chegar a R$ 1.200 por família. O valor final, superior aos R$ 200 anunciados pelo Executivo no início da crise em virtude da pandemia, foi possível após articulação de parlamentares com membros do governo federal. O projeto prevê ainda que a mãe provedora de família “uniparental” receba duas cotas.

Os trabalhadores deverão cumprir alguns critérios, em conjunto, para ter direito ao auxílio:
– ser maior de 18 anos de idade;
– não ter emprego formal;
– não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família;
– renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total (tudo o que a família recebe) de até três salários mínimos (R$ 3.135,00); e
– não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70.

Pelo texto, o beneficiário deverá ainda cumprir uma dessas condições:


– exercer atividade na condição de microempreendedor individual (MEI);
– ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS);
– ser trabalhador informal inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico); ou
– ter cumprido o requisito de renda média até 20 de março de 2020.

Pelas regras, o trabalhador não pode ter vínculo formal, ou seja, não poderão receber o benefício trabalhadores formalizados pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e servidores públicos.

Pela proposta, também será permitido a duas pessoas de uma mesma família acumularem benefícios: um do auxílio emergencial e um do Bolsa Família. Se o auxílio for maior que a bolsa, a pessoa poderá fazer a opção pelo auxílio. O pagamento será realizado por meio de bancos públicos federais via conta do tipo poupança social digital. Essa conta pode ser a mesma já usada para pagar recursos de programas sociais governamentais, como PIS/Pasep e Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), mas não pode permitir a emissão de cartão físico ou cheques.

Impacto fiscal

No início da tarde, o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu o auxílio de R$ 500 durante o período de crise. Segundo ele, o valor referente a meio salário-mínimo (atualmente em R$ 1.039) deveria ser pago por três meses e teria um impacto fiscal estimado entre R$ 10 bilhões e R$ 12 bilhões. Com a mudança, a perspectiva fiscal é de um impacto de R$ 14 bilhões. Maia argumentou que o valor pago aos profissionais informais deve ser mantido caso ainda haja necessidade após os três meses previstos no texto.

“Não é possível que a gente não possa garantir aos trabalhadores informais uma renda por esse período de três meses e avaliando esse cenário a cada semana, porque isso é um cenário de guerra. É importante que a gente possa aplicar os recursos [públicos] também na sociedade brasileira”, disse o presidente da Câmara.

O líder do governo na Câmara, deputado Vitor Hugo (PSL-GO), destacou o apoio de presidente Jair Bolsonaro para o auxílio de R$ 600. “O presidente Bolsonaro, muito sensível a esses 25 milhões de brasileiros que são os mais afetados, os mais sofridos, atento às reivindicações dos líderes partidários, decidiu apoiar a medida de R$ 600. Isso vai fazer com que as famílias que têm duas pessoas nessa condição tenham mais do que 1 salário mínimo, serão R$ 1.200.”

Para o líder minoria, deputado José Guimarães (PT-CE), a medida é essencial em tempos de crise. “Nós temos a compreensão de que, em um momento como esse, de grave crise na economia real, que está impactando a saúde pública no Brasil, nós não podemos ter restrições para gastar. Portanto, o gasto com a saúde tem que ser ilimitado”, afirmou.

O líder do MDB, deputado Baleia Rossi (SP), afirmou que a proposta garante o “mínimo de esperança” para trabalhadores informais, mas também serão necessárias medidas para micro e pequenas empresas.

“São os informais que hoje não estão trabalhando, não têm renda. Hoje não têm a mínima esperança de chegar ao final do mês e ter o seu dinheiro para comprar as necessidades mais básicas da sua família’, argumentou o parlamentar”, disse. “Nós aguardamos agora crédito para as pequenas e médias empresas, porque nós sabemos que também elas estão paradas e não têm como se sustentar. É preciso que o governo olhe para as pequenas e médias empresas e possa liberar crédito barato extraordinário para essa finalidade, e também a medida provisória para garantir emprego e o seguro-desemprego para os trabalhadores”.

Hospitais filantrópicos

O plenário também aprovou nesta quinta a suspensão, por 120 dias, a contar de 1º de março, a obrigatoriedade de hospitais filantrópicos de cumprirem metas quantitativas e qualitativas contratadas junto ao Sistema Único de Saúde (SUS). Em troca de isenção de impostos, essas unidades de saúde precisam prestar serviços de saúde como consultas, exames e procedimentos de média e alta complexidade (cirurgias, por exemplo) ao SUS.

No entanto, por causa da crise provocada pela pandemia de coronavírus, esses hospitais não conseguirão atingir as metas de quantidade e qualidade para que as mantenedoras possam contar com a isenção.

“[A medida] garante aos prestadores de serviço do SUS, especialmente as santas casas, hospitais universitários, a manutenção dos recursos que esses prestadores recebem mensalmente e que, infelizmente, podem ser interrompidos neste momento da pandemia do coronavírus”, disse o deputado Dr Luizinho (PP-RJ).

“Porque infelizmente, neste momento, nós temos uma situação que suspende as cirurgias eletivas. A maioria desses prestadores de serviço trabalham com as cirurgias eletivas, com procedimentos ambulatoriais e certamente serão afetados. Por isso, a manutenção por 120 dias é fundamental, a fim de que eles possam ter a manutenção das suas atividades, da situação econômica dos seus empregos”, completou o parlamentar.

Adicional de insalubridade
Outra proposta aprovada pelos parlamentares garantiu um adicional de insalubridade para trabalhadores de serviços essenciais ao combate a epidemias em casos de calamidade pública.

O texto prevê que profissionais da área de saúde, segurança pública, vigilância sanitária, corpo de bombeiros e limpeza urbana no combate de epidemias devem receber o pagamento de adicional de insalubridade em grau máximo, o equivalente a 40% do salário mínimo da região (R$ 418).



Agência Brasil

Rede de hipermercados abre 5 mil vagas de emprego

Nenhum comentário
A rede de hipermercados Carrefour abriu 5 mil vagas de emprego devido ao aumento da demanda durante o período de isolamento social em prevenção à Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Haverá oportunidades em todas as cidades do Brasil com unidades da rede. A Paraíba tem duas lojas Carrefour, ambas em João Pessoa.

Os postos de trabalho são para operador de loja, auxiliar de perecíveis, agente de prevenção, recepcionista de caixa, padeiro, peixeiro, técnico em manutenção, açougueiro, operador de centro de distribuição e vendedor de eletrodomésticos.

O diferencial desta contratação está no modo de seleção: tudo acontecerá no ambiente digital, desde a seleção dos candidatos, passando pelas entrevistas (online) até a contratação final, onde o novo colaborador poderá entregar todos os documentos digitalizados, sem precisar comparecer pessoalmente para a entrega.

“Estamos vivendo um momento atípico em todo o mundo e queremos contribuir para que todos continuem tendo oportunidades de trabalho. A escolha pelo processo digital garante a segurança do candidato, que não precisa sair neste momento em que se pede para ficar em casa, e otimiza o processo de seleção, tanto para nós quanto para aqueles que estão em busca de uma oportunidade”, afirma João Senise, vice-presidente de RH do Grupo Carrefour Brasil.

Como se candidatar

Os interessados devem se cadastrar por meio deste site. A seleção será realizada a partir desta semana e as vagas permanecerão abertas até o preenchimento total dos cargos. É necessário ter concluído ou estar cursando o segundo grau completo.

Algumas funções requerem outros pré-requisitos, como o cargo de operador de loja. Para essa vaga, é necessário atuar com reposição, precificação, verificação de validade e apoio às demandas dos clientes das áreas têxtil, utilidades do lar, papelaria, ferramentas, brinquedos, eletrodomésticos, alimentos não perecíveis, congelados, mercearia, limpeza e higiene pessoal.

Para o cargo de auxiliar de perecíveis, é necessário ter experiência como auxiliar na produção, organização, limpeza e ter atuado no apoio às demandas do clientes nas áreas de frios e laticínios, padaria, açougue, peixaria e frutas, legumes e verduras.

Quem deseja ocupar a vaga de agente de prevenção, precisa ter o segundo grau completo para atuar na fiscalização e controle de movimentação de mercadorias e pessoal, controle de quebras, monitoramento de câmeras, segurança patrimonial e orientação ao público.

Já o cargo de recepcionista de caixa requer interesse em atuar no registro e recebimento das mercadorias nos pontos de vendas, organização de check stand e apoio às demandas dos clientes. 




Portal Correio

Farmácia Popular libera remédios para até 90 dias

Nenhum comentário

quinta-feira, 26 de março de 2020--

Uma medida do Ministério da Saúde, em caráter emergencial, permite que os cerca de 50 milhões de pessoas atendidas pelo programa ‘Farmácia Popular’ possam retirar, de uma só vez, medicamentos para realizar o tratamento por até 90 dias, ou seja, até três meses. Antes da medida, o médico prescrevia aos pacientes uma quantidade suficiente para 30 dias do uso da medicação. A medida, que passou a valer esta semana, deve-se ao surto do novo coronavírus, para evitar idas desnecessárias dos pacientes às farmácias.

Outra mudança é para os pacientes que precisam de terceiros para retirada dos medicamentos. A medida do Ministério da Saúde também dispensa o reconhecimento de firma em cartório para a retirada de remédios por terceiros, basta que o paciente assine a procuração e o seu representante vá à farmácia retirar o remédio.

O empresário paraibano e diretor da Pacto Mais Tecnologia, Castro Neto, entende que a medida é muito benéfica aos pacientes de todo o país, mas que os proprietários dos estabelecimentos credenciados ao programa precisam reforçar o trabalho de auditoria preventiva e controle de documentação, para evitar problemas com fiscalizações futuras.

“A medida é um alívio para os cerca de 50 milhões de pessoas que utilizam o programa Farmácia Popular. No entanto, para evitar penalizações, os empresários do setor farmacêutico precisam trabalhar ainda mais forte com auditoria preventiva e check-list de toda documentação do processo”, explica.

A Pacto Mais atende hoje mais de 15 mil farmácias no país e um dos seus serviços é uma ferramenta para estabelecimentos credenciados ao Farmácia Popular. A tecnologia utiliza inteligência artificial e digitaliza documentos, verifica a assinatura com o documento original e preenche o questionário do órgão de controle. O software garante a segurança do processo e agiliza o atendimento no ponto de venda. 



Portal Correio

Bolsonaro decreta reabertura de casas lotéricas no país

Nenhum comentário
O presidente Jair Bolsonaro informou na noite desta quarta-feira (25), pelas redes sociais, que atualizou um decreto com o objetivo de autorizar o funcionamento de casas lotéricas em todo país. O decreto do presidente contraria as determinações dos estados para o fechamento de estabelecimentos comerciais devido à crise do coronavírus.

De acordo com o presidente, existem 2. 463 casas lotéricas fechadas. “No Brasil existem 12.956 casas lotéricas e 2.463 se encontram fechadas por decretos estaduais ou municipais. Para que possam funcionar em sua plenitude, atualizei, nessa data, o Decreto 10.282”, disse o presidente.
 
Na noite da última terça-feira (24), Bolsonaro se posicionou contrário ao isolamento social como estratégia para evitar o caos na saúde devido ao coronavírus. De acordo com o presidente, com os estabelecimentos comerciais fechados, o Brasil vai entrar em colapso financeiro.

A fala do presidente provocou uma onda de revolta entre a população, como também cartas de repúdios enviadas por secretários de saúde, prefeitos e governadores.
 
 
 
 

ClickPB

Petrobras reduz preço da gasolina em 15% a partir desta quarta (25)

Nenhum comentário

terça-feira, 24 de março de 2020--

A Petrobras anunciou que vai reduzir em 15% o preço da gasolina em suas refinarias a partir desta quarta-feira, (25). A redução acumulada dos preços do combustível este ano de 2020 é de 40,5%. Em relação ao óleo diesel, não haverá alteração.

A decisão da estatal vem na esteira da forte desvalorização que o petróleo vem apresentando no mercado internacional. No início do ano, ele era negociado a US$ 66,36. Na última segunda, fechou a 27,59. No ano, a desvalorização da commodity é de 58,7%.

Com a queda do preço, petroleiras já avaliam reduzir projetos. De acordo com a consultoria Wood Mackenzie, elas irão cortar em cerca de 30% os investimentos em exploração e produção da commodity neste ano, estimados em US$ 75 bilhões.

Este cenário de perdas no preço do petróleo é reflexo da pandemia de coronavírus e seus efeitos na economia.

Mesmo com menos compradores, os países membros e associados da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) não chegaram a um acordo para reduzir a produção do produto. Com menos oferta, os preços poderiam ter quedas menos acentuadas. 


Globo.com

Como se previnir do coronavírus o COVID-19

Nenhum comentário

domingo, 22 de março de 2020--

"O vírus corona é interrompido não pelo pânico, mas pela inteligência de um jovem pesquisador que foi transferido para Wuhan do Cantão de Shenzhen, na China, para trabalhar com a força-tarefa de combate à epidemia de coronavírus, tivemos o prazer de receber e compartilhar essas informações claras, simples e acessíveis para todos, que  descreve exatamente como o vírus é transmitido de uma pessoa para outra e como ele pode ser neutralizado em nossa vida diária. 

Uma infecção por coronavírus não causa um resfriado com o nariz molhado ou tosse fria, mas uma tosse seca e cortante, que é a mais fácil de distinguir.

O vírus não é resistente ao calor e morre quando exposto a temperaturas acima de 26 a 27 graus.  Portanto, bebidas quentes como infusões, caldos ou simplesmente água quente devem ser consumidas generosamente ao longo do dia. Evite beber água gelada ou bebidas com gelo (cubos de gelo). Se você pode, deve tomar sol.

O vírus corona é grande em tamanho (400-500 nanômetros de diâmetro), de modo que qualquer máscara pode detê-lo; máscaras especiais não são necessárias na vida cotidiana.

A situação é diferente para médicos e paramédicos expostos a altos níveis do vírus e que precisam usar equipamentos especiais. Quando uma pessoa infectada espirra à nossa frente, o vírus cai no chão a três metros de distância e impede que caia sobre nós.

Se o vírus estiver em superfícies metálicas, ele sobreviverá por cerca de 12 horas.  Portanto, se você tocar em superfícies metálicas como portas, equipamentos, corrimãos, etc., lave bem as mãos com sabão e desinfecte-as com gel alcoólico.

O vírus pode viver aninhado em roupas e tecidos por 6 a 12 horas, detergentes comuns podem erradicá-lo, os elementos que não podem ser lavados diariamente devem ser expostos ao sol e o vírus morre.
 
Como se manifesta:

O vírus instala-se pela primeira vez na garganta, causando inflamação e secura - esse sintoma pode durar de 3 a 4 dias.

O vírus viaja através da umidade nas vias aéreas, desce pela traquéia e se instala nos pulmões, causando pneumonia que dura cerca de 5 ou 6 dias.

A pneumonia se manifesta com febre alta e dificuldade em respirar.  Não combina com o frio clássico, mas pode haver uma sensação de asfixia.  Nesse caso, você deve consultar seu médico imediatamente.

Como evitar infecções

O vírus geralmente é transmitido através do contato direto com substâncias, tecidos ou materiais nos quais o vírus está presente: a lavagem das mãos com sabão é essencial.

O vírus sobrevive apenas em nossas mãos por cerca de 10 minutos, mas muitas coisas podem acontecer durante esse período, como  esfregar os olhos, tocar o nariz, para dar um exemplo - isso permite que o vírus penetre na garganta.  Portanto, lave as mãos com muita frequência e desinfecte-as.

Eles podem ser gargarejados com soluções desinfetantes que eliminam ou minimizam a quantidade de vírus que pode penetrar na garganta, eliminando-o antes que ele entre na traquéia e depois nos pulmões.
 
Desinfecte o teclado e o mouse do PC.  O volante do carro, temos que cuidar de nós mesmos e dos outros.

 OUTRAS ADVERTÊNCIAS

Respire fundo e prenda a respiração por 10 segundos.  Se isso for alcançado sem tosse, sem dificuldades e / ou sem sensação de tensão, etc., isso mostra que não há fibrose nos pulmões, o que indica a ausência de uma infecção.

Nestes momentos críticos, é necessário realizar essa verificação todas as manhãs em um ambiente com ar limpo.

Este é um conselho sério e excelente dos médicos japoneses que tratam o COVID-19 dessa maneira.  Todos devemos ter certeza de que a boca e a garganta estão sempre úmidas, nunca secas, você deve beber um gole de água pelo menos a cada 15 minutos, porque?  Mesmo que o vírus entre na boca com água ou outros líquidos, ele passa diretamente pelo esôfago para o estômago, onde os ácidos do estômago destroem o vírus.  Se você não beber água suficiente regularmente, o vírus pode entrar na traqueia e daí para os pulmões, o que é muito perigoso.

 
Compartilhe essas informações com familiares, amigos e conhecidos por solidariedade e cidadania! "



Texto recebido via whatsapp






Mega-Sena, concurso 2.236: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 200 milhões

Nenhum comentário

domingo, 23 de fevereiro de 2020--

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.236 da Mega-Sena, neste sábado (15), em São Paulo. O prêmio acumulou.

Os números sorteados foram: 07 – 20 – 38 – 43 – 45 – 53

A quina teve 190 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 56.213,79. A quadra teve 14.982 ganhadores; cada um levará R$ 1.018,42.

O próximo concurso será na quinta-feira (27), geralmente os sorteios acontecem às quartas e aos sábados, mas a data foi alterada por conta do carnaval. O prêmio é estimado em R$ 200 milhões.

Probabilidades
 
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.
 
 
 
 
G1

Resultado da segunda chamada do ProUni já está disponível

Nenhum comentário

terça-feira, 18 de fevereiro de 2020--

O Ministério da Educação divulgou hoje (18) o resultado da segunda chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) para o primeiro semestre de 2020. Os estudantes selecionados para receber a bolsa de estudos precisam comprovar as informações fornecidas no ato da inscrição. A documentação solicitada deve ser apresentada às instituições de ensino até o dia 28 de fevereiro.

O resultado pode ser conferido na página do ProUni .

As bolsas eventualmente não preenchidas poderão ser ocupadas por participantes da lista de espera. O prazo para se inscrever na lista de espera é de 6 a 9 de março e a divulgação será feita no dia 12 de março.

Neste semestre, o ProUni está oferecendo 252.534 bolsas. O sistema registrou mais de 1,5 milhão de inscrições, feitas por 782.497 estudantes. O número de inscrições é maior que o de inscritos porque cada participante pode escolher até duas opções de instituição, curso e turno.

ProUni

O ProUni é um programa do Ministério da Educação que oferece bolsas de estudos, integrais e parciais (50%), em instituições particulares de educação superior.

Podem participar estudantes que tenham cursado todo o ensino médio na rede pública, ou na rede particular na condição de bolsista integral; estudantes com deficiência; professores da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica, integrantes de quadro de pessoal permanente de instituição pública.

Para concorrer às bolsas integrais, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. Para as parciais, a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

Só pode se inscrever no ProUni o estudante que não tiver diploma de curso superior, que tenha participado do Enem mais recente e obtido, no mínimo, 450 pontos de média das notas, e nota acima de zero na redação.


Agência Brasil

Mega-Sena acumula e deve pagar R$ 120 milhões no sábado

Nenhum comentário

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020--

Nenhum apostador acertou os seis números do concurso nº 2.233 da Mega-Sena dessa quarta-feira (12). Ainda não houve vencedores do prêmio neste ano. Foram sorteados os números 04, 06, 32, 35, 41, 45. Segundo estimativa da Caixa, o concurso de sábado (15) deverá pagar R$ 120 milhões.

A quina teve 89 apostas vencedoras e cada uma vai receber um prêmio de R$ 75.344,43. A quadra saiu para 8.107 apostadores, que receberão prêmio de R$ 1.181,63.

A aposta mínima na Mega-Sena custa R$ 4,50. Nesse caso, a chance de acerto (probabilidade estatística) é de uma em mais de 50 milhões.


Agência Brasil

Inscrições para o Fies começam nesta quarta-feira (05)

Nenhum comentário

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020--

Começam nesta quarta-feira (5) e vão até o dia 12 as inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), programa do Ministério da Educação (MEC) destinado a financiar cursos superiores em universidades privadas para estudantes de baixa renda. Em 2020, a oferta do programa é de 100 mil vagas.
As inscrições podem ser feitas por meio do site do programa, a partir de um cadastro vinculado ao CPF. Há duas modalidades de financiamento no atual modelo, que possibilitam juro zero a quem mais precisa e uma escala que varia conforme a renda familiar do candidato.

A oferta de vagas a juro zero é destinada a estudantes com renda familiar per capita mensal de até três salários mínimos, que tenham realizado qualquer edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) desde 2010 e obtido pelo menos 450 pontos de nota média. O candidato não pode ter tirado zero na redação.

P-Fies

A outra modalidade, denominada P-Fies, é destinada a estudantes com renda per capita mensal familiar de até cinco salários mínimos. Nesse caso, as condições do financiamento são negociadas com algum agente financeiro que fica responsável pelo contrato.

Para se inscrever no P-Fies, o estudante ainda precisa atender aos mesmos critérios do Fies juro zero: nota mínima de 450 pontos nas provas do Enem e não ter zerado a redação.Pelo calendário do MEC, o resultado da primeira pré-seleção do Fies será divulgado em 26 de fevereiro.

Quem não for pré-selecionado ainda pode ter uma segunda chance, ficando em lista de espera para o caso de algum estudante não confirmar a inscrição.A classificação é feita com base na nota do Enem, sendo dada preferência a quem nunca cursou nenhum curso superior. O candidato pode selecionar até três cursos de seu interesse que tenham vagas no Fies.

Bolsistas parciais do Programa Universidade para Todos (ProUni), ou seja, aqueles que têm bolsa de 50% da mensalidade, também podem participar do processo seletivo do Fies e financiar a parte da mensalidade não coberta pela bolsa.

São contemplados no Fies somente cursos no formato presencial. O programa não financia cursos no formado ensino a distância (EaD). Mesmo no formato presencial, a oferta de vagas obedece a critérios estabelecidos pelo MEC, sendo priorizados, com 60% das oportunidades, cursos nas áreas de saúde, engenharia, computação e pedagogia. Têm prioridade também as mesorregiões com Índice de Desenvolvimento Humano Municipal mais baixo, como Norte e Nordeste.

É previsto também um número maior de vagas no Fies para cursos com melhor avaliação, segundo o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes): 35% para cursos com conceito 5; 30% para aqueles com conceito 4; 25% com conceito 3; e 10% para cursos autorizados recentemente.

Pagamento

Tanto no Fies Juro Zero quanto no P-Fies, o estudante só começa a pagar a dívida contraída depois que se formar, na forma do contrato. A parcela devida é descontada na fonte.

Caso ainda não tenha emprego e renda formal, o financiamento será quitado em prestações mensais equivalentes ao pagamento mínimo, de acordo com o regulamento do CG-Fies.

Durante o curso, o estudante deve pagar apenas a parcela da mensalidade não incluída no financiamento e encargos operacionais ligados ao contrato, bem como um seguro de vida.

Após a complementação da inscrição, o pré-selecionado no Fies e P-Fies tem prazo de cinco dias para comparecer à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da instituição de ensino, para análise de documentação.

A partir do terceiro dia útil imediatamente subsequente à data da validação da inscrição pela CPSA, o candidato selecionado tem dez dias úteis para comparecer ao agente financeiro parceiro, apresentar a documentação exigida e formalizar a contratação do financiamento.


Portal Correio

Uso da placa de padrão Mercosul passa a ser obrigatório

Nenhum comentário

sexta-feira, 31 de janeiro de 2020--

Começa a valer nesta sexta-feira (31) a obrigatoriedade de uso da placa de padrão Mercosul na Paraíba e demais estados do país. O prazo atende ao estipulado na Resolução nº 780/2019 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), de julho do ano passado, que determina que as unidades federativas do país devem utilizar o novo padrão de placas de Identificação Veicular (PIV).

 A nova placa será obrigatória apenas nos casos de primeiro emplacamento e, para quem tiver a placa antiga, no caso de mudança de município ou unidade federativa; roubo, furto, dano ou extravio da placa, e nos casos em que haja necessidade de instalação da segunda placa traseira.

Segundo a assessoria de imprensa do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB), o condutor cujo veículo se enquadrar nos critérios do Contran, deve se encaminhar às unidades do Detran-PB no estado e solicitar o atendimento para cada caso específico.

Ainda de acordo com a assessoria do órgão, para substituição da placa de carro é cobrado o valor de R$ 178,22. Para moto, o preço é de R$ 108. Os valores podem ser reajustados a partir de fevereiro deste ano.

Formato da placa de padrão Mercosul

A nova placa apresenta o padrão com quatro letras e três números, o inverso do modelo atualmente adotado no país, com três letras e quatro números. Também muda a cor de fundo, que passará a ser totalmente branca. A mudança também vai ocorrer na cor da fonte para diferenciar o tipo de veículo: preta para veículos de passeio, vermelha para veículos comerciais, azul para carros oficiais, verde para veículos em teste, dourado para os automóveis diplomáticos e prateado para os veículos de colecionadores.

Todas as placas deverão ter ainda um código de barras dinâmico do tipo Quick Response Code (QR Code) contendo números de série e acesso às informações do banco de dados do fabricante e estampador da placa. O objetivo é controlar a produção, logística, estampagem e instalação das placas nos respectivos veículos, além da verificação de autenticidade.




Portal Correio

Mega-Sena acumula e deve pagar R$ 40 milhões no sábado

Nenhum comentário

sexta-feira, 24 de janeiro de 2020--

Nenhum apostador acertou os seis números do concurso nº 2.227 da Mega-Sena desta quinta-feira (23).

Foram sorteados os números 06, 09, 12, 27, 32, 57. Segundo estimativa da Caixa, o concurso de sábado (18) deverá pagar R$ 40 milhões.

A quina teve 92 apostas vencedoras e cada uma vai receber um prêmio de R$ 27.202,90. A quadra saiu para 5.732 apostadores, que receberão prêmio de R$ 623,73.

A aposta mínima na Mega-Sena custa R$ 4,50. Nesse caso, a chance de acerto (probabilidade estatística) é de uma em mais de 50 milhões.

Agência Brasil

Mega-Sena deve pagar R$ 27 milhões neste sábado

Nenhum comentário

sábado, 18 de janeiro de 2020--

O concurso nº 2.225 da Mega-Sena deste sábado (18) pode pagar R$ 27 milhões para a aposta que acertar as seis dezenas. Segundo a Caixa, a probabilidade de acerto com apenas um bilhete é de 1 para cada 50.063.860.

As apostas podem ser feitas até às 19h (horário de Brasília) de hoje em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa em todo o país e também pela internet. A aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 4,50.


Agência Brasil

Mega-Sena acumula e deve pagar R$ 14 milhões

Nenhum comentário

domingo, 12 de janeiro de 2020--

Nenhum apostador venceu o concurso nº 2.223 da Mega-Sena deste sábado (11). Foram sorteados os números 02, 26, 40, 42, 49, 56. Segundo estimativa da Caixa, o concurso da próxima quarta-feira (15) deverá pagar R$ 14 milhões.

Quarenta e cinco apostas acertaram a quina e vão receber prêmio de R$ 47,6 mil. A quadra saiu para 2.702 apostadores, que receberão prêmio de R$ 1.132,50. A aposta mínima na Mega-Sena custa R$ 4,50. Nesse caso, a chance de acerto (probabilidade estatística) é de uma em mais de 50 milhões.

Habitualmente, os sorteios da Mega-Sena são realizados duas vezes por semana, às quartas e aos sábados, mas a Caixa também promove as “Mega-Semanas”, quando realiza três concursos – às terças, quintas e sábados.

No último concurso da Mega-Sena, a Caixa arrecadou mais de R$ 37,1 milhões. O site do banco mostra como o valor arrecadado com as apostas é repassado ao governo federal para financiamento de despesas como a seguridade social (17,32%) e o Fundo Nacional de Segurança Pública (9,26%), entre outras. O total dos prêmios corresponde a 43,35% do valor arrecadado.

Agência Brasil 

Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 10 milhões neste sábado

Nenhum comentário

sexta-feira, 10 de janeiro de 2020--

A Mega-Sena sorteia neste sábado (11) o prêmio estimado em R$ 10 milhões. As seis dezenas do concurso 2.223 serão sorteadas a partir das 20h (horário de Brasília) no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário do Tietê, na cidade de São Paulo. O sorteio é aberto ao público.

De acordo com a Caixa, o valor do prêmio, caso aplicado na poupança, renderia mais de R$ 28,7 mil por mês. Com o valor total do prêmio é possível adquirir, também, 250 carros populares, no valor de R$ 40 mil cada.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa, em todo o país. A cartela, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.

Agência Brasil

Fies oferta 100 mil vagas em 2020; saiba como se inscrever

Nenhum comentário

quinta-feira, 9 de janeiro de 2020--

Criado em 2001, o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) é um programa do Ministério da Educação que tem como objetivo financiar, com juro real zero, no mínimo 50% da mensalidade em cursos de universidades particulares para estudantes de baixa renda. Em 2020, a oferta do programa é de 100 mil vagas.

Assim como no ano passado, neste ano o Fies terá uma edição em cada semestre. No primeiro semestre de 2020, as inscrições, que são gratuitas, ficarão abertas de 5 de fevereiro até as 23h59 de 12 de fevereiro. Os interessados devem acessar o site do programa e fazer um cadastro vinculado ao seu CPF.

Pode se candidatar o estudante de família com renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos e que tenha realizado qualquer edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) desde 2010, desde que tenha obtido ao menos 450 pontos de nota média. O candidato também não pode ter zerado a redação.

Os bolsistas parciais do Programa Universidade para Todos (ProUni), ou seja, aqueles que têm bolsa de 50% da mensalidade, também podem participar do processo seletivo do Fies e financiar a parte da mensalidade não coberta pela bolsa.

Pelo calendário do MEC, o resultado da primeira pré-seleção do Fies será divulgado em 26 de fevereiro. Quem não for pré-selecionado ainda pode ter uma segunda chance, ficando em uma lista de espera para o caso de algum pré-selecionado não confirmar sua inscrição.

A classificação é feita com base na nota do Enem, sendo dada preferência a quem nunca cursou nenhum curso superior. O candidato pode selecionar até três cursos de seu interesse que tenham vagas no Fies.

P-Fies
 
Numa outra modalidade, chamada de P-Fies, pode se inscrever o estudante que tenha renda familiar bruta mensal um pouco maior, de até cinco salários mínimos.

Nesse caso, as condições do financiamento, a juros mais baixos, são negociadas com algum agente financeiro que fica responsável pelo contrato.

Para se inscrever no P-Fies no primeiro semestre de 2020, o estudante ainda precisa atender aos mesmos critérios do Fies juro zero: nota mínima de 450 pontos nas provas do Enem e não ter zerado a redação.

A partir do segundo semestre de 2020, porém, poderão se inscrever no P-Fies qualquer estudante, sem a exigência de realização do Enem ou limite de renda familiar. As mudanças no programa foram anunciadas em dezembro pelo MEC.

Vagas
 
São contemplados no Fies somente cursos no formato presencial. O programa não financia cursos no formado ensino à distância (EaD).

Mesmo no formato presencial, a oferta de vagas obedece a critérios estabelecidos pelo MEC, sendo priorizados, com 60% das oportunidades, cursos nas áreas de saúde, engenharia, computação e pedagogia.

Há também uma priorização de mesorregiões com Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) mais baixo, como Nordeste e Norte.

É previsto também um número maior de vagas no Fies para cursos com melhor avaliação segundo o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes): 35% para cursos com conceito 5; 30% para os com conceito 4; 25% com conceito 3; e 10% para cursos recém-autorizados.

Pagamento
 
Tanto no Fies Juro Zero como no P-Fies, o estudante só começa a pagar a dívida contraída depois que se formar, na forma do contrato. A parcela devida é descontada na fonte.

Caso ainda não tenha emprego e renda formal, o financiamento será quitado em prestações mensais equivalentes ao pagamento mínimo, na forma do regulamento do CG-Fies.

Durante o curso, o estudante deve pagar apenas a parcela da mensalidade não incluída no financiamento e encargos operacionais ligados ao contrato, bem como um seguro de vida.
 
Após a complementação da inscrição, o pré-selecionado no Fies e P-Fies tem prazo de cinco dias para comparecer à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da instituição de ensino para análise de documentação.

A partir do terceiro dia útil imediatamente subsequente à data da validação da inscrição pela CPSA, o candidato selecionado tem 10 dias úteis para comparecer ao agente financeiro parceiro para apresentar a documentação exigida e formalizar a contratação do financiamento. 


Agência Brasil
 
 

Deputado federal aciona PF por causa do hit ‘Verdinha’; Ludmilla se pronuncia

Nenhum comentário
A cantora Ludmilla se pronunciou após o deputado federal Otoni de Paula (PSC) protocolar uma notícia crime contra Fátima Bernardes por apologia as drogas. O programa de Encontro com Fátima teve a participação da cantora que apresentou o novo sucesso ‘Verdinha’.

Por meio de assessoria jurídica, a artista Ludmilla divulgou uma nota em que externa repúdio a atitude do parlamentar.

“Repúdio ao cerceamento à liberdade de expressão cultural que, sistematicamente, vem sendo manifestado contra as letras das músicas de sua autoria. Com efeito, a cantora tem sido alvo de postagens em redes sociais que constituem flagrante violação ao seu direito da livre manifestação cultural, que lhe é assegurado pela Constituição Federal, em seu art. 5º, inciso IX”, diz trecho da nota.

Confira a nota na íntegra:

“A cantora Ludmilla, através de sua assessoria jurídica, representada pelo advogado José Estevam Macedo Lima, vem a público externar veemente repúdio ao cerceamento à liberdade de expressão cultural que, sistematicamente, vem sendo manifestado contra as letras das músicas de sua autoria. Com efeito, a cantora tem sido alvo de postagens em redes sociais que constituem flagrante violação ao seu direito da livre manifestação cultural, que lhe é assegurado pela Constituição Federal, em seu art. 5º, inciso IX. Nessa oportunidade, a artista e sua equipe lamentam a veiculação de textos mascarados de mera reprovação ao que canta a artista, mas que na verdade servem como pano de fundo para  disseminação do ódio, da discriminação e do preconceito. Por fim, a cantora esclarece que não poupará esforços para adotar todas as medidas cíveis e criminais que se fizerem necessárias, de modo a repelir e responsabilizar os autores das postagens de conteúdo discriminatório, preconceituoso, calunioso, infame e difamatório a seu respeito”.

MaisPB
Outros Destaques
© todos os diteiros reservados
easyweb com tecnologia blogger