Header Ads

AGAPE

Entidades tentam salvar prédio da antiga Estação Ferroviária de Patos; teto caiu devido o abandono


A Estação Ferroviária no centro da cidade de Patos, foi inaugurada no dia 19 de abril de 1977, O prédio havia sido construído com o que havia de melhor na engenharia e recebeu alicerce e material de primeira qualidade. A Estação Ferroviária se tornou o símbolo do desenvolvimento e os colossais trens, que vinham de diversas partes do Nordeste, traziam cargas e também passageiros que cruzavam o Brasil.


Patos estava conectada ao transporte de trens e a Rede Ferroviária crescia trazendo e levando cargas com segurança, economicidade, praticidade e durante vários anos acompanhou a modernidade que era sucesso em todo o mundo. Os trens diminuíram o tráfego de caminhões pelas rodovias e se tornou o que existia de mais viável para a necessidade do mercado em expansão.

Mas o símbolo de robustez e sucesso do poder público foi entregue ao capital privado que usou, abusou e depois abandonou os trens, os vagões, a imensidão da malha ferroviária e tudo que representava a pujança da Rede Ferroviária Federal S/A. Com a eleição de Fernando Collor de Mello, no início da década de 90, a REFESA começou a ser entregue ao capital privado. Em 1997, no Governo de Fernando Henrique Cardoso, a malha ferroviária do Nordeste era também vendida.
 

Após vários e vários anos de uso, a Rede Ferroviária foi abandonada. Desde 2011, a Estação Ferroviária em Patos, bem como tudo que ela representava e representa, foi abandonada e entregue à própria sorte. Com o prédio tombado como patrimônio histórico da União, restou o abandono, o descaso e descuido ao ponto de parte da estrutura desabar e se deteriorar sob sol e chuva.

Através do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias no Estado da Paraíba (SINTEFEP), principalmente por meio do seu presidente José Cleófas, a entidade vem travando esforços para que as prefeituras das cidades que têm estações ferroviárias possam ter concessão de uso desse relevante patrimônio, porém, o Governo Federal está dificultando e criando uma série de passos burocráticos.

No último dia 25 de outubro de 2021, em reunião com o prefeito de Patos, Nabor Wanderley e o chefe de gabinete Pedro Leitão, o presidente José Cleófas, bem como os diretores Francinaldo Lima e Marconi Candeia, buscaram discutir a possibilidade da prefeitura ter a concessão do prédio da antiga Estação Ferroviária para ser usado pelo município. 
 

O principal objetivo da reunião foi apresentar para o prefeito propostas de revitalização do pátio que está abandonado. No local, a gestão pode usar para espaços de lazer, arte cultura, segurança e saúde.

Como propostas, os representantes sindicais sugeriram a criação de um centro de artesanato, postos de Unidade de Saúde da Família (USF), Guarda Municipal, policiamento de trânsito e ao longo da linha no perímetro urbano pode ser feita  uma pista de atletismo e uma ciclovia.  

O prefeito Nabor Wanderley encampou as ideias e relatou que os documentos exigidos pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) estão com o órgão desde 2006, mas sem resposta ao pedido de concessão para que o Município de Patos administre a antiga Estação Ferroviária.


Josivan Antero
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.