Header Ads

AGAPE

Famílias no Novo Horizonte em Patos seguem sem energia na comunidade


Os moradores da comunidade Divino Pai Eterno, no bairro Novo Horizonte, em Patos, seguem sem energia elétrica, após uma ação da empresa Energisa que suspendeu o fornecimento de energia para cerca de 80 famílias que vivem na localidade. Em vários relatos em programas de rádio e sites de Patos, familiares lamentaram a situação pela qual os moradores estão passando.


Segundo informações, os moradores não foram notificados de que a energia seria suspensa. Funcionários da Energisa chegaram ao local, acompanhados da Polícia Militar, e removeram fiações que, segundo eles, estavam irregulares, e postes que foram instalados no local. O problema é que a empresa não fez um comunicado e sequer procurou a prefeitura para alertar sobre a situação.

“Sem energia tá ruim pra todo mundo aqui. Pra fazer uma alimentação do meu pai tenho que sair pra outra canto, porque não tem energia. O calor tá grande e a água é quente, pra dormir um cochilo ninguém consegue. Já durmo pouco, e sem energia”, lamentou José Junior.

Uma moradora, que não quis se identificar, deu detalhes da situação que as famílias estão vivendo. Segundo ela, alguns estão usando velas e lamparinas, mas não conseguem dormir bem por conta dos insetos e do calor intenso, outros perderam alimentos e saíram de casa.

“A reclamação que estamos fazendo é porque desde ontem que a Energisa arrancou os postes e está um grande caos por lá. Meu sobrinho sofreu um acidente e está sofrendo muito com o calor, tem meu avô que sofreu um AVC há alguns dias, e estão lutando com eles lá sem energia. Não estão conseguindo dormir direito por causa das muriçocas que incomodam e tantas pessoas doentes lá. Tem uma criança que está fazendo nebulização, mas não está realizando porque não tem energia na casa”, detalhou uma moradora.

O vereador Zé Gonçalves disse na Câmara, em sessão nesta quinta-feira (28), que está muito preocupado com a situação das cerca de 80 famílias que estão ainda sem energia. Segundo ele, a Energisa cometeu um crime contra a população, pois sequer notificou as famílias antes de realizar a suspensão do fornecimento de energia à comunidade.

“Hoje eu não estou bem na noite de hoje. Enquanto nós, vereadores e vereadores, iremos sair daqui para nossas casas, com energia, com conforto, mais de 80 famílias irão ficar na escuridão, beber água quente e perder seus alimentos. Tudo isso por uma empresa perversa, que não respeita o nosso povo. Não tenho dúvidas que outras famílias estão passando pela mesma situação. Temperaturas altíssimas em nossa região. Ainda por cima mandaram os moradores assinarem um documento afirmando que tinham sido notificados. Essa empresa praticou um crime contra o povo de Patos. Vou continuar indignados, não sai da minha cabeça a situação dessas famílias do Novo Horizonte”, externou o vereador.

Em resposta, o prefeito de Patos, Nabor Wanderley, respondeu por meio do líder da prefeitura, Sales Junior, que nesta sexta-feira (29), um decreto será publicado no Diário Oficial do Município para resolver a problemática das famílias.

A Câmara aprovou um requerimento que convoca um representante da Energisa para explicar a situação e prestar esclarecimentos ao povo de Patos sobre a situação envolvendo moradores do bairro Novo Horizonte, em Patos.


Patosonline



0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.