Header Ads

AGAPE

QUAL O TAMANHO DA PERDA POLÍTICA DE SEGUNDO BRITO PARA O GRUPO MOTTA EM PATOS?


Era por volta das 15h30min do dia 04 de junho de 2021 quando a cidade de Patos recebeu a notícia do falecimento do vereador licenciado e então Secretário de Saúde do Município Eisenhower Alves de Brito Segundo.


Segundo Brito [como era conhecido] tinha um perfil técnico, sendo profundo conhecedor do Sistema Único de Saúde.  Em 01 de janeiro de 2021,  logo após tomar posse como vereador, se licenciou para assumir a gestão de saúde de Patos, depois de quase 03 anos de instabilidade político administrativa e em meio ao pior momento da pandemia do novo coronavírus.

Em pouco tempo à frente da Secretaria,  Segundo Brito já mostrou trabalho:

1- Ampliou em quantidade e qualidade a testagem para COVID, incluindo os exames suabe no Centro COVID;

2- Formou, Organizou, Treinou, Estruturou e Realizou com regularidade o “Vacina Patos”, programa de Vacinação Municipal, e mesmo nos momentos em que a vacina coronavac faltou por omissão do Governo Federal, ele manteve o plano de vacinação, articulou e acelerou a chegada da vacina para suprir a demanda;

3- Abasteceu com medicamentos e insumos a farmácia básica do Município;

4- Minimizou o quanto pode a demanda reprimida do Centro de Especialidades Frei Damião;

5- Iniciou a obra de conclusão da UPA do Jatobá e já deixou encaminhada a compra dos equipamentos;

6- Projetou e conseguiu os recursos para o novo CAPS AD;

7- Reformou 14 Unidades de Saúde da Família e as equipou;

8- Pagou todos os servidores da saúde até o quinto dia útil do mês subsequente;

9- Adquiriu um novo veículo para o CAPS infantil;

10- Iniciou a campanha de combate à DENGUE, com a realização de desinfecção de diversas residências, notadamente dos mais carentes;

11- ampliou a assistência à saúde, com a doação de medicamentos especiais e equipamentos médicos hospitalares; etc.

No entanto, mais do que um simples técnico e/ou mesmo um vereador com mandato, o Grupo Motta perdeu um dos principais articuladores políticos, sendo Segundo Brito um dos grandes responsáveis pelas campanhas eleitorais vitoriosas do grupo que se sucederam em Patos desde 2008.

Eisenhower Segundo pertencia ao núcleo duro do grupo político, era o estrategista; o homem do planejamento; o condutor das reuniões; “o cara” da organização macro; tinha voz ativa nas decisões mais importantes. Segundo detinha o respeito, a admiração dos membros do Republicanos e contava uma inteligência privilegiada, muito provavelmente um QI acima da média.

Segundo iniciou sua carreira política em 2020 quando já estava maduro (com 41 anos), experiente (vinha de várias campanhas políticas) e vivia o auge da sua capacidade laborativa, tendo conseguido agregar um grupo de apoiadores forte em torno de si. Porém, o que não se esperava era ser ele vencido pelo COVID-19.

Eisenhower Alves de Brito Segundo deu sua vida trabalhando pela saúde do povo de Patos.

Em conclusão, reitero a indagação inicial: qual o tamanho da perda do Grupo Motta com o falecimento de Segundo Brito? Respondo: GRANDE. Grande como a sua estatura, ou até mesmo do tamanho do seu imenso coração.

Na vaga de Segundo Brito na Câmara Municipal  assume a primeira Suplente Fátima Bocão (Republicanos), que agora se efetiva como vereadora titular do Município de Patos, e deixa Josimar do Hospital e Leudo Melquiades como primeiro e segundo suplentes do partido respectivamente.

Corsino Neto
Advogado e Analista Político
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.