Header Ads

AGAPE

Patos disponibiliza vacina contra o sarampo para quem ainda não tomou a dose


O Ministério da Saúde ampliou a vacinação contra o sarampo, da população de 20 a 49 anos, para até 31 de agosto, em todo o país.


Na cidade de Patos, o coordenador de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Lindenberg de Lucena, informou que a disponibilidade da vacina contra o sarampo está voltada para a atualização do cartão vacinal.

Ele ressaltou que a dose está sendo aplicada nas pessoas que ainda não buscaram a primeira. As demais pessoas que já tiveram acesso à primeira dose não precisam buscar neste momento. Esse esquema está sendo adotado nas cidades que não apresentam circulação endêmica da doença.

A vacina está disponível nas Unidades Básicas de Saúde do Município. Portanto, consulte a unidade mais próxima para receber a dose. Caso se depare com a falta da vacina ou qualquer outra situação, a recomendação é para buscar em outra unidade de saúde mais próxima.

As unidades de saúde que estão funcionando como âncoras para atendimentos aos casos de Covid-19 (Metódio Leitão, Rosinha Xavier, Horácio Nóbrega), ainda não estão disponibilizando vacinas. Desta forma, a população deve ficar atenta para buscar em outras mais próximas.

Sarampo

É uma doença infecciosa grave, causada por um vírus, que pode ser fatal. Sua transmissão ocorre quando o doente tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas. A única maneira de evitar o sarampo é pela vacina.

Quem está em risco?


Crianças pequenas não vacinadas estão em maior risco de contrair sarampo e de sofrer com suas complicações, entre elas, a morte. Mulheres grávidas não imunizadas também estão em risco. No entanto, qualquer pessoa não imunizada (que não recebeu a vacina ou nunca apresentou a doença) pode se infectar. 

Cartão de vacina

O coordenador de Imunização também recomendou que as pessoas utilizem apenas um cartão de vacina, já que desta forma as equipes de saúde da família conseguem fazer um acompanhamento mais fiel do paciente.
Aquelas que não tiveram acesso a outras vacinas também podem procurar as unidades de saúde para atualizar a situação vacinal.

Coordecom
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.