BANNER TOPO

Ùltimos

Policial

Investigação aponta policial militar suspeito de envolvimento com associação ao crime no Sertão

quinta-feira, 11 de julho de 2019--

/ por Redação
A polícia civil deu cumprimento a um mandado de prisão preventiva a um policia militar de 34 anos que não teve o seu nome revelado. O cabo da PM está na ativa e trabalhava na guarda do Presídio da cidade de Catolé do Rocha no Sertão do Estado.

De acordo com o Delegado Sylvio Rabello, ao sair o mandado, o militar se apresentou no batalhão e foi dado cumprimento ao mandado de prisão preventiva, o cabo foi recolhido na cela do 3º BPM em Patos.

O CB da Polícia é suspeito de integrar uma quadrilha que vinha agindo na região de Pombal e Catolé do Rocha.

Segundo a polícia, na semana passada foram presos três homens, os pernambucanos PAULO RICARDO DE LIMA SANTOS, GILLIARD DA SILVA ANDRADE e o paraibano ALLISON ANDRADE DA SILVA, conhecido por Pimentinha.


“Os Dois pernambucanos e o paraibano, tinham vindos do Estado de Mato Grosso do Sul, há alguns dias atrás, para praticarem homicídios, roubo e tráfico de drogas. Foram presos e autuados pelo homicídio de um Ex-pm em Pombal, roubo a uma joalheria em São Bento, associação criminosa e porte de arma de grosso calibre e numeração raspada”, disse Sylvio Rabello, delegado.

Segundo o delegado, o militar detido é suspeito de integra a esta quadrilha.

“Suas ligações com os mesmos, se dão por conta da relação estreita com a quadrilha, além de utilizar veículos e armas pertencentes ao bando preso, objetos estes apreendidos pela polícia”, finalizou o delegado.

O delegado disse ainda que no caso do homicídio de Pombal, o PM foi visto na cidade com o veículo citado nas investigações, há indícios de uma desavença por parte da vítima com o suspeito. Diante da gravidade dos fatos, inclusive denúncias e depoimentos nos autos, foi solicitado e cumprido o MANDADO DE PRISÃO PREVENTIVA contra o Policial Militar.
Outros Destaques
© todos os diteiros reservados
easyweb com tecnologia blogger