BANNER TOPO

Ùltimos

Policial

Sertão da PB terá dificuldades sem médicos cubanos

domingo, 18 de novembro de 2018--

/ por Redação
A saída dos médicos cubanos do programa Mais Médicos (MM) vai afetar diretamente o Sertão da Paraíba. De acordo com o tutor do programa na Paraíba, Felipe Proêncio, a região ficará sem qualquer assistência e passará por ‘extrema dificuldade’. As declarações foram dadas pelo professor no programa Arapuan Verdade da última sexta-feira (16).

Segundo o pesquisador, as áreas mais distantes do estado são as que mais vão sofrer sem a presença dos médicos. “A parcela que mais precisa vai ficar desassistida”, analisou. O Sertão e demais áreas de difícil acesso terão problemas para atendimentos.

Ainda de acordo com Proêncio, 440 mil pessoas são alcançadas pelo programa no estado, que contava com cerca de 130 profissionais de Cuba.  Ele argumenta que o MM foi capaz de viabilizar o atendimento médico em áreas que antes não costumava ter.  “Quem adoecia e morria por não ter atendimento, hoje tem”, explica.

No Brasil, cerca de 340 médicos trabalham nas áreas indígenas. O professor relata que deste total, 310 costumavam ser médicos cubanos. Agora, o futuro dos locais ainda é incerto.

Nessa semana, mais de 190 médicos já retornaram para Cuba – um deles trabalhava no município de Manaíra, na Paraíba. De acordo com a embaixada do país, todos os médicos irão deixar o Brasil em até 40 dias.

MaisPB
Outros Destaques
© todos os diteiros reservados
easyweb com tecnologia blogger