BANNER TOPO

Ùltimos

Policial

Leste de Minas tem 110 casos de suspeita de febre amarela este ano

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017--

/ por portal de olho no sertão
Subiu para 30 o número de mortes suspeitas de terem sido causadas por febre amarela, no leste de Minas. O medo da doença está lotando os postos de saúde.

Foram 300 senhas para vacinação nesta quinta-feira (12) em Lajinha, distrito de Teófilo Otoni, no Leste de Minas Gerais. Na zona rural, agentes de saúde vão às casas.

O balanço divulgado nesta quinta pela Secretaria de Estado da Saúde mostra, só esse ano, 110 casos suspeitos de febre amarela; 30 pessoas morreram.

A doença é causada por um vírus encontrado em macacos e é transmitida ao homem, na zona rural, pelos mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethes.

Um grande problema das pequenas cidades é a capacidade de atendimento. Um
hospital teve que improvisar uma enfermaria. É a única área de internação para pessoas com suspeita de febre amarela em 13 municípios da região.

“A condição tá precária, porque nós estamos no corredor. Nós estávamos sentados praticamente em cadeira, porque não tinha lugar pra gente ficar”, conta o lavrador Eraldo Mesquita Ferreira.

Publicidade
“É uma dificuldade que nós temos ultrapassado. Nós temos contratado médicos, nós temos contratado enfermeiros, técnicos em enfermagem”, explica Geovani Correia, secretário de Saúde de Caratinga.

Casos mais graves de Caratinga estão sendo transferidos para Belo Horizonte para liberar os leitos e dar conta dos pacientes que continuam chegando.

Todos vieram da zona rural e só procuram atendimento quando não aguentam mais.

“O que nós temos que fazer é conter essa epidemia atual, esse surto atual onde ele está, nas zonas rurais, através de várias ações de saúde pública para impedir que essa bolha chegue dentro das capitais onde existe uma grande concentração populacional, onde teria proporções perigosas”, diz Estevão Urbano, presidente da Socieda Mineira de Infectologia.

Luciano não levava a sério esse negócio de vacina. Mudou de ideia.

O Ministério da Saúde declarou que o país tem estoque suficiente de vacina contra a febre amarela para atender toda a população nas situações recomendadas. E que, nesta semana, enviou a Minas Gerais mais 735 mil doses pra reforçar o estoque do estado.

Fonte: G1
Outros Destaques
© todos os diteiros reservados
easyweb com tecnologia blogger