BANNER TOPO

Ùltimos

Policial

Polícia usa aplicativo de mensagens para desarticular bando que traficava ecstasy em João Pessoa

sábado, 19 de novembro de 2016--

/ por portal de olho no sertão
Os policiais da 6ª Companhia do 1º Batalhão desarticularam, nessa sexta-feira (18), uma quadrilha suspeita de vender comprimidos de ecstasy a estudantes da Capital. Os suspeitos, dois homens e uma mulher, foram presos em três bairros com 387 unidades da droga, através de uma operação coordenada pelo capitão Sidnei Paiva.

O oficial contou que a prisão dos suspeitos começou com uma abordagem a um estudante de 25 anos, na frente do Campus I da Universidade Federal da Paraíba, no bairro do Castelo Branco. “Com ele, encontramos 100 comprimidos de ecstasy e flagramos o suspeito conversado por um aplicativo de celular com o chefe do esquema criminoso, que era funcionário de uma faculdade do centro da Capital”, detalhou.

Os policiais foram até a faculdade e encontraram o suspeito, de 22 anos, que levou a PM até a casa dele, no bairro do Roger, onde estavam outros 100 comprimidos da mesma droga e duas balanças de precisão. O jovem revelou que contava com o apoio de uma estudante universitária, de 19 anos, que era responsável por guardar as drogas, no bairro de Mangabeira, e fazer o serviço de entrega também em festas de música eletrônica. Com ela, foram apreendidos outros 187 comprimidos e uma caderneta de ‘clientes’.

Um dos suspeitos é filho de um coronel do Exército e a jovem é filha de uma policial militar. Conseguimos apreender todo o material eles. Cada comprimido de ecstasy era comercializado entre R$ 30 e R$ 50 em festas rave da Capital.”, afirmou capitão Sidney, do 1º Batalhão da PM.

Fonte:paraiba.com
Outros Destaques
© todos os diteiros reservados
easyweb com tecnologia blogger