BANNER TOPO

Policial

Política


SÃO JOÃO SÃO JOÃO

Paraíba

Esportes

Cotidiano

Cotidiano

Cotidiano

Brasil

Gervásio anuncia implantação da TV Assembleia em Cajazeiras, Guarabira, Matureia e Católe do Rocha

Nenhum comentário
O Ministério das Comunicações indicou canais de TV Aberta Digital para implantação da TV Assembleia nas cidades de Cajazeiras, Matureia, Catolé do Rocha e Guarabira.A informação foi dada nesta terça-feira (22), pelo presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Gervásio Maia.

De acordo com Gervásio, o projeto de expansão da TV Assembleia prevê a cobertura de mais 80% do Estado.
 “A TV Assembleia vai poder ser vista em quase toda a Paraíba. A interiorização do sinal, que teve início pela cidade de Patos, também conta com os canais da TV Senado e TV Câmara. Campina Grande será o próximo município a entrar em operação. Em breve, toda as regiões vão poder assistir as sessões, audiências públicas e ver, ao vivo, a atuacão dos parlamentares", afirmou Gervásio.
 
Restruturação
 
Além de interiorizar a TV Assembleia, Gervásio Maia realizou obras que reestruturaram o núcleo de comunicação da Casa de Epitácio Pessoa. "Entregamos as novas instalações e o novo estúdio da TV Assembleia. Realizamos investimentos importantes na parte técnica-operacional. Adquirimos um novo sistema de captação das sessões com câmeras remotas e um sistema de armazenamento, que vai permitir um arquivo de imagens por 50 anos. As futuras gerações vão ter acesso a memória do parlamento e da nossa história por meio século", destacou Gervásio Maia.
 
 
Assessoria

Operação “Sufocar”, apreende 7kg de drogas e prende duas pessoas no Sertão

Nenhum comentário
Na manhã desta quarta-feira, (23), cerca de 50 policiais da Civil e Militar, desencadearam uma operação na cidade de Pombal no Sertão do Estado.

Os policiais se dividiram em equipes para cumprir mandados de busca e apreensão.

Os alvos foram no bairro Nova Vida e no bairro dos Pereiros. Na rua Afro Bandeira, os policiais prenderam em flagrante Marcos Aleno de Sousa Lima de 35 anos, conhecido por “Zaleno”, e sua esposa Hellen Gomes Monteiro de 21 anos de idade, no interior da residência do casal, a polícia apreendeu R$ 23.740,00 em espécie, além de uma grande quantidade de droga.

No bairro Francisco Pereira, a operação ainda encontrou cerca de 4 kg de drogas, mas o suspeito de tráfico não se encontrava no local.

Além da apreensão de 7 kg de droga (maconha, crack e cocaína) a polícia aprendeu também:

– 04 balanças de precisão;
– 05 celulares;
– 04 gargantilhas douradas;
– 01 gargantilha em prata;
– 04 anéis dourados;
– 01 veículo C4 Pallace cor bege;
– 01 veículo Vectra 2.0 preto;
– 02 folhas de cheque;
– 01 monitor de televisão cor preta


De Olho No Sertão
Informações da Polícia

MPF investiga baixa produtividade no INSS em Patos

Nenhum comentário
O Ministério Público Federal converteu em inquérito civil o procedimento preparatório instaurado no ano passado com o intuito de investigar baixa produtividade dos servidores da agência do INSS de Patos, no Sertão do Estado.

De acordo com a portaria, assinada pelo procurador da República Tiago Misael o processo busca saber também a inobservância do prazo mínimo de 45 dias para o primeiro pagamento de benefício.

A investigação foi publicada na edição desta terça-feira (22) do Diário da Justiça Eletrônico do MPF.

MaisPB

Gol de Placa: Governo adotará providências

Nenhum comentário
O Governo do Estado afirmou através de nota, nesta terça-feira (22), que adotará todas as providências cabíveis em caso de desrespeito da regularidade e legalidade do modelo adotado pelo programa Gol de Placa.

A resposta do governo veio após matéria do jornal Folha de São Paulo apontar fraudes tendo como autores das irregularidades clubes paraibanos credenciados no programa.

O governo defende a importância da manutenção do Gol de Placa para futebol paraibano e alega que adota todo o procedimento baseado na legislação que rege programa acreditando no  compromisso dos clubes em utilizar recursos de acordo com as regras estabelecidas.

Confira a Nota

Neste sentido, o Governo reafirma a importância do Gol do Placa e assegura que não pactua com qualquer ação externa que venha desvirtuar o objetivo principal do programa. Estando, portanto, pronto para adotar todas as providências cabíveis em caso de desrespeito da regularidade e legalidade do modelo adotado.

O Gol de Placa é um programa do Governo do Estado implantando com o objetivo de estimular a presença de torcedores nos estádios de futebol durante as partidas dos times paraibanos, fortalecendo a atividade desportiva e valorizando os clubes locais, bem como incentivando o hábito de exigência do documento fiscal na aquisição de mercadorias.

Neste sentido, a partir de 2014, foi estabelecida uma dinâmica em que o Governo, no lugar de repassar valores de incentivos diretamente aos clubes, adotou um modelo de renúncia fiscal que pudesse assegurar o benefício direto ao torcedor, que passa a ter direito a assistir a um jogo sem pagar nada.

Não há benefício fiscal para empresas. A empresa reserva o mesmo valor final do desembolso referente ao ICMS, com a diferença que parte dele passa a ser disponibilizado para os clubes de acordo com a quantidade de ingressos que cada time tem o direito.

A cada ano, o Governo do Estado define na Lei Orçamentária Anual o valor total que destinará para o programa Gol de Placa, estabelecendo a quantia que cada clube tem direito, de acordo com critérios definidos na legislação. Com base nisso, os times passam a solicitar formalmente à Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer a quantidade de ingressos que necessita por jogo, até atingir o limite máximo de sua cota estipulada pelo campeonato.

É preciso esclarecer que:

CABE EXCLUSIVAMENTE AOS CLUBES A TROCA DAS NOTAS FISCAIS PELOS INGRESSOS AOS TORCEDORES, E A CONSEQUENTE ELABORAÇÃO DA LISTA DOS BENEFICIADOS.

Após os jogos, de acordo com o torneio, a Confederação Brasileira de Futebol ou a Federação de Futebol da Paraíba emitem o documento oficial da referida partida, conhecido como “Borderô”, discriminando a quantidade de ingressos distribuídos por meio do Gol de Placa e confirmando as informações encaminhadas pelos clubes.

Somente após o recebimento do documento oficial emitido pela CBF ou FPF, junto com o relatório de utilização e distribuição de ingressos, é que a Sejel homologa e encaminha as informações para a Secretaria da Receita.

Sendo assim, o Governo do Estado adota todo o procedimento baseado na legislação que rege o Gol de Placa, apostando no futebol paraibano e, especialmente, no compromisso dos clubes em utilizar o programa de acordo com as regras estabelecidas.

Neste sentido, o Governo reafirma a importância do Gol do Placa e assegura que não pactua com qualquer ação externa que venha desvirtuar o objetivo principal do programa. Estando, portanto, pronto para adotar todas as providências cabíveis em caso de desrespeito da regularidade e legalidade do modelo adotado.

MaisPB

Mulher que aparece em vídeo levando carro é esposa de Alcymar Monteiro, diz advogada

Nenhum comentário
A história do suposto roubo do carro do cantor Alcymar Monteiro ganhou um novo capítulo nesta terça-feira (22). Segundo a advogada da esposa do cantor, o “roubo” não foi roubo e o carro não era dele. A defensora deu uma entrevista ao veículo pernambucano Jornal do Comercio, na qual apresentou outra versão dos fatos.

A advogada não teve o nome revelado, mas informou que o veículo não foi furtado, mas que pertence a sua cliente. O caso ocorreu após uma discussão familiar. O cantor saiu com o carro, que, segundo a advogada, é de propriedade da esposa, sem avisar. Ao saber do roteiro do marido, que estava hospedado em um hotel após um show na cidade de Catingueira, a mulher foi ao local e, com as chaves e documentos em mãos, retirou o veículo.

De acordo com a advogada, a mulher não quer se expor e está “muito abalada”.

“Comparecemos à Delegacia de Patos nesta terça e foi tudo esclarecido na forma da lei”, informou por meio de nota. Por telefone, a advogada declarou que “a queixa prestada no domingo foi retirada, mas vamos continuar com o processo”.
 
 
Portal T5

Justiça condena Arquidiocese a pagar R$ 12 milhões por exploração sexual

Nenhum comentário
A Justiça do Trabalho condenou a Arquidiocese da Paraíba a pagar uma indenização de R$ 12 milhões por casos de exploração sexual contra menores de idade praticados por padres e até o arcebispo emérito do Estado, Dom Pagotto, é apontado como um dos envolvidos no escândalo.

O caso foi repercutido na noite deste domingo (20), no Fantástico, da Rede Globo, que ouviu testemunhas do caso, entre ex-seminarista que conta ter sido abusado aos 17 anos de idade, uma senhora, que denunciou o caso, e o procurador do trabalho, Eduardo Varandas

Varandas explicou que o MPT apurou denúncias que havia inserido dentro da sistemática católica um grupo de sacerdotes de forma habitual que pagavam por sexo a flanelinhas, a coroinhas e também a seminaristas.

Para Varandas, o processo está em segredo de justiça, ele está impedido de revelar alguns elementos concretos e o que ocorreu na instrução do processo, mas explicou que a característica da exploração sexual praticada pelos padres.

“Nesse caso, o pagamento às vítimas podia ser feito em dinheiro ou até em comida”, enfatizou.

Uma vítima afirmou que havia relações sexuais e que se envolveu com três padres, que já estariam afastados de suas funções.  Segundo o jovem, os abusos também aconteciam através de palavras e toques em suas partes íntimas.

Entre as testemunhas do caso, o Fantástico também ouviu um empresário, dono de um restaurante, católico, que também denunciou os casos após desabafos das vítimas.

“O primeiro falou comigo chorando, contou que tinha decidido sair da igreja porque um dia tava na casa paroquial e o padre Jaelson pediu que o menino passasse óleo nele durante o banho. O garoto tinha entre 14 e 15 anos. O outro coroinha que veio falar comigo disse que teve um relacionamento com o padre dos 14 até os 21 anos”, disse em depoimento.

Um funcionário da Catedral, que trabalhou lá por mais de 30 anos, já tinha flagrado um padre tendo relações sexuais com um menor dentro de igreja e da entrada de meninos para dormir com padres em um quarto atrás da catedral.

“Os meninos iam embora de manhã cedo. Ele pagava lanches para os meninos e também dava roupas  para eles como um agrado”, afirmou.

No caso de Dom Aldo Pagotto, Segundo o Ministério Público, ele teria agido para acobertar os crimes dos sacerdotes e também de ter tido relações sexuais com jovens da Capital paraibana.

MaisPB

Grupo armado tenta resgatar apenados de presídio

Nenhum comentário
Um grupo armado tentou resgatar presidiários na Colônia Penal Agrícola de Sousa, no Sertão paraibano, durante a madrugada desta segunda-feira (21). Os suspeitos efetuaram disparos próximos a guarita da unidade, mas não conseguiram concluir a ação de fuga.

De acordo com informações do comandante do 14º Batalhão, coronel Jurandy, os suspeitos tentaram resgatar alguns presidiários de maior periculosidade. Com o ataque, foi iniciada uma tentativa de fuga na unidade, que foi posteriormente contida.

Nesta manhã, os apenados estão fora das celas e os agentes penitenciários aguardam entrar na unidade junto com policiais militares.

De acordo com a PM, os disparos na parte de trás da Colônia podem ter sido uma tentativa de distrair os soldados responsáveis pela segurança. Há um matagal na área posterior do presídio, local por onde os suspeitos tiveram acesso e também fugiram.

O coronel Jurandy informou que nenhum presidiário chegou a fugir.  Na manhã desta segunda, haverá uma revista na unidade e alguns apenados devem ser remanejados para um presídio de maior segurança.

Na fuga, os suspeitos do ataque deixaram uma espingarda calibre 12 no local. Até o momento, os envolvidos não foram identificados. A Polícia investiga quais apenados teriam articulado a ação.



MaisPB
© todos os diteiros reservados
easyweb com tecnologia blogger