BANNER TOPO

Policial

Política


SÃO JOÃO SÃO JOÃO

Paraíba

Esportes

Cotidiano

Cotidiano

Cotidiano

Brasil

Justiça bloqueia R$ 300 mil da Energisa por não religar energia elétrica em ranchos de Sousa, PB

Nenhum comentário
A Justiça Federal na Paraíba determinou o bloqueio de R$ 300 mil da Energisa Paraíba pelo descumprimento de uma decisão que determinava que a distribuidora religasse o serviço de energia elétrica em residências de três ranchos ciganos, localizados no município de Sousa, no Sertão do estado.

A decisão judicial, movida pelo Ministério Público Federal (MPF), foi publicada nesta terça-feira (31). Além do bloqueio dos recursos, ela também determina uma multa diária de R$ 20 mil, caso o serviço continue sem ser restabelecido.

A Energisa Paraíba informa que não comenta decisões judiciais em curso, porém, diz que o processo em questão foi ajuizado em 2018 pelo Ministério Público Federal.

A empresa destaca que está cumprindo todas as obrigações estipuladas pela Resolução da Aneel, como a de não realizar novos cortes em consumidores residenciais e de serviços essenciais durante os próximos 90 dias. Quanto às medidas facultativas, a distribuidora está analisando os impactos e a melhor forma de implementação.

O MPF defende o restabelecimento do serviço por causa do avanço da pandemia provocada pela Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. O órgão citou a providência adotada pela Aneel de suspender o corte no fornecimento de energia elétrica por 90 dias, em todo o território nacional, como parte dos esforços desenvolvidos por diversos órgãos públicos para evitar a rápida disseminação do coronavírus.


O valor atual bloqueado da Energisa é resultado da multa de R$ 10 mil, por dia de atraso, do descumprimento da decisão que superou o período de 30 dias, limite estabelecido em sentença. Na decisão publicada nesta terça-feira (31), a Justiça também autoriza a inclusão da empresa no cadastro de inadimplentes.

Conforme o Ministério Público Federal na Paraíba (MPF-PB), desde 2015, sob a ameaça de interrupção no fornecimento de eletricidade, a Energisa passou a cobrar dívidas antigas na comunidade cigana. Em alguns casos, as contas ultrapassavam o valor de R$ 11 mil.

Em março de 2017, durante audiência pública realizada no município de Sousa, os ciganos denunciaram as altas contas de energia elétrica cobradas pela Energisa e apresentaram contas de alto valor incompatível com os utensílios domésticos existentes nas residências. A inadimplência teria sido causada pelo não pagamento de contas, que chegavam a mais de R$ 500.
 
 
 
G1pb

Açude Jatobá em Patos falta 1,41 metros para transbordar

Nenhum comentário
O açude do Jatobá,  que já foi o principal açude no abastecimento de água da cidade de Patos, teve sua construção em 1952 no governo de José Américo e sangrou pela  última vez no ano de 2009.

O reservatório tem uma capacidade de armazenamento de água de 17 milhões de m³ e está localizado às margens da PB-262, saída para Teixeira, próximo ao campus da UFCG.

É o mais antigo reservatório de Patos e o mais popular, vários bairros cresceram às suas margens, a exemplo Alto da Tubiba, Mutirão, Nova Conquista e o próprio bairro do Jatobá.

Suas águas possuem uma importância grande, também para a agricultura, pois são utilizadas para irrigar algumas culturas agrícolas que abastecem principalmente a população de Patos e da vizinha cidade São José do Bonfim. De acordo com o  o técnico da EMPAER Marconi Palmeira Filho constatou que houve um acréscimo importante de 7 centímetros na lâmina d'água do Açude Jatobá em Patos-PB, de ontem para hoje.

"O canal de transposição da Barragem da Farinha tem contribuído 24 horas ininterruptas com esse aumento", disse Marconi. 



De Olho No Sertão
Foto: Marconi Palmeira

Onze pessoas que tiveram contato com paciente que morreu na PB são monitoradas

Nenhum comentário
Pelo menos onze pessoas que tiveram contato com o primeiro paciente que morreu por Covid-19, na Paraíba, estão sendo monitoradas pelos órgãos de saúde de Patos, município do Sertão paraibano, onde ele morava. A informação foi confirmada pelo diretor-geral da Vigilância Sanitária municipal, João Paulo de Lacerda, em uma entrevista coletiva, nesta terça-feira (31).

Equipes de saúde estão entrando em contato e orientando, por telefone, as pessoas que tiveram contato com o paciente. Perguntas são feitas para identificar se elas apresentam sintomas de contaminação e recebam atendimento médico.
 
Danilo Andrade que faleceu nesta terça-feira (31) tinha 36 anos e estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Clementino Fraga, em João Pessoa, desde o dia 26, após transferência hospitalar.
 
O diagnóstico do paciente foi confirmado na segunda-feira (30). Segundo a assessoria de cominação da Secretaria de Estado da saúde (SES), o paciente era diabético. Ele chegou a ser atendido no Hospital Universitário Lauro Wanderley, onde apresentou um quadro de insuficiência respiratória e foi entubado, e depois foi transferido para o Clementino Fraga, onde ficou internado na UTI.

Para evitar a disseminação da doença na cidade onde ele morava, João Paulo e a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Samara Marques, anunciaram medidas de contenção à Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Entre as ações que foram anunciadas nesta terça, está a lavagem técnica de ruas em que estão localizados hospitais, unidades de pronto atendimento (UPA) e bancos.

Conforme a Vigilância Sanitária, outro homem que também é de Patos, está internado em João Pessoa com suspeita de infecção pelo novo coronavírus. Ele teria feito uma festa com amigos, após chegar de uma viagem. Uma das pessoas que estava na comemoração era o Danilo de 36 anos que morreu. 




G1pb

Patoense Danilo morre na Capital por Covid-19, confirma Secretaria de Estado da Saúde

Nenhum comentário
A Secretaria de Estado da Saúde contabilizou, na tarde desta terça-feira (31), a primeira morte por conta da Covid-19, doença causada pelo novo Coronavírus.

Trata-se do empresário do ramo de farmácia, Danilo Andrade, 36 anos, residente do município de Patos que estava internado na UTI do Hospital Clementino Fraga. A confirmação laboratorial para COVID-19 se deu nesta segunda, 30 de março.

Danilo foi internado na última quinta-feira, dia 26, no Hospital São Francisco, porém, diante da gravidade, foi transferido com urgência para os hospitais de referência na capital paraibana. A transferência aconteceu através de ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

O jovem havia se sentido mal um dia antes, quarta-feira, dia 25, quando se queixava de dores no peito e dificuldades para respirar. Danilo Andrade era diabético, além disso era hipertenso e tinha problemas de asma. O quadro dele se agravou demais e não estava mais respondendo a medicação.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde se solidarizou com a família neste momento de dor e pesar.

Nota:

Paraíba tem primeira morte confirmado por COVID-19

Trata-se de um homem, 36 anos, residente do município de Patos que estava internado na UTI do Hospital Clementino Fraga. A confirmação laboratorial para COVID-19 se deu nesta segunda, 30 de março.

A Secretaria de Estado da Saúde se solidariza com a família neste momento de dor e pesar.

Com isso, a Paraíba tem os seguintes destaques:

17 casos confirmados
367 casos descartados
Uma morte


Portal 40 Grau

Médicos denunciam falta de pagamento de salário no Complexo Hospitalar Regional de Patos

Nenhum comentário
Os médicos que trabalham como contratados no Complexo Hospitalar Regional de Patos e que estavam também vinculados ao órgão através da Organização Social Santa Casa de Misericórdia de Birigui, empresa que prestou serviços terceirizado ao Governo do Estado da Paraíba, estão denunciando a falta de pagamento dos salários referente ao mês de fevereiro de 2020.

“Existe uma pressão imensa sobre os médicos, porém, não estamos recebendo salários. O mês de fevereiro, que estava a cargo de uma OS, foi para a ‘caixa das almas’. Ninguém dá OS dá notícias e muito menos o Governo do Estado. O estado diz que repassou para a OS e a OS diz que não recebeu”, relatou um médico que pediu para não ser identificado.

A situação está revoltando a categoria. Os médicos esperam que o Governo do Estado da Paraíba pague o mês de março e que fevereiro também se resolva simultaneamente. “Ninguém dá uma resposta concreta a gente. Estamos expostos aos riscos como tantos outros que trabalham aqui, não temos os EPI’s adequados e estamos sem receber o salário que temos direito. É revoltante”, complemento o médico.

A reportagem fez contato com a assessoria de comunicação da Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba que respondeu: “A Secretaria de Estado da Saúde (SES) esclarece que todos os repasses foram feitos à Santa Casa de Misericórdia de Birigui, que descumpriu o proposto em ata para finalização do contrato. A SES já acionou a justiça para resolução do fato e realização dos pagamentos o mais rápido possível”.


Patosonline.com

Petrobras reduz em 10% preço do gás de cozinha nas refinarias nesta terça-feira (31)

Nenhum comentário
A Petrobras anunciou que irá reduzir em 10% o preço do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), o gás de cozinha, nas refinarias a partir desta terça-feira (31). 

Esta é a terceira redução no preço nos últimos 10 dias, totalizando uma queda de 21% no preço do produto este ano.
 
O preço nas refinarias passa a ser de R$ 21,85 para o botijão de 13 quilos. A redução atinge tanto o GLP residencial como industrial.

Segundo a Petrobras, a empresa está reforçando o abastecimento de GLP no mercado através de compras adicionais do seu programa de importação, depois que muitas famílias estocaram botijões devido ao receio da pandemia de covid-19.

A Petrobras destacou, no entanto, que não há qualquer necessidade de fazer estoque do produto, que não corre risco de desabastecimento.





CLICKPB

Paraíba tem 17 casos confirmados de coronavírus, um deles é da cidade de Patos-PB

Nenhum comentário
A Paraíba está com 17 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus, segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgadas nesta segunda-feira (30). Três casos foram confirmados nesta segunda. Um deles em um idoso de 69 anos, residente de João Pessoa. Ele segue em isolamento domiciliar acompanhado pela vigilância municipal.

Outro paciente é um homem, de 36 anos, que mora em Patos e está internado em um leito de UTI do Hospital Clementino Fraga, em João Pessoa. O outro mora em João Pessoa está em isolamento domiciliar. A SES ainda não divulgou os detalhes sobre cada caso.

Com este resultado, a Paraíba passa a contabilizar 12 casos em João Pessoa, 2 em Campina Grande, 1 em Igaracy, 1 em Patos e 1 em Sousa. Os quatro novos casos confirmados seguem em isolamento domiciliar acompanhados pela vigilância municipal.

Nesta segunda-feira, os exames haviam descartado apenas um caso com suspeita de infecção pelo coronavírus. Com isso, a Paraíba tem os seguintes destaques:

17 casos confirmados
349 casos descartados
Nenhuma morte


G1pb 
© todos os diteiros reservados
easyweb com tecnologia blogger