BANNER TOPO

Policial

Política


SÃO JOÃO SÃO JOÃO

Paraíba

Esportes

Cotidiano

Cotidiano

Cotidiano

Brasil

‘Rambo – Até o fim’ chega aos cinemas nesta quinta (19)

Nenhum comentário
É hora de se despedir. Com Rambo — Até o Fim, testemunhamos o encerramento da saga cinematográfica que começa em 1982. A “máquina de matar” interpretada por Sylvester Stallone encontra seu destino no quinto e último filme da franquia, que estreia nesta quinta-feira (19) nos cinemas. Assista ao trailer abaixo.

Em Até o Fim, o velho soldado larga a tranquilidade da vida no Arizona, criando cavalos e cavando túneis em seu bunker particular, para tentar resgatar sua sobrinha, Gabriela (Yvette Monreal), de um cartel mexicano que escraviza jovens mulheres para a prostituição.

Inspirado no livro First Blood, de David Morrell, o primeiro filme, Rambo: Programado para Matar (1982), fez US$ 125,2 milhões nas bilheterias mundiais. Sua sequência elevou ainda mais este número, atingindo a marca de US$ 300 milhões. O terceiro e o quarto volume, no entanto, foram irregulares, sendo o último lançado em 2008, vinte anos depois do terceiro.

Neste derradeiro filme, o guerreiro precisa enfrentar o peso da idade para conseguir cumprir sua missão. Stallone tem 73 anos e isso se reflete nas marcas de expressão do rosto. No entanto, apresenta excelente forma para a idade, o que faz com que o público creia no poder de destruição de Rambo.

Os problemas do filme residem, como em quase todos os filmes da franquia, no roteiro pouco consistente. “O próprio Rambo destoa do restante de sua jornada. Apesar de haver autenticidade ímpar no que Sylvester Stallone faz com um de seus ícones criados para o cinema, há uma falha do roteiro em tentar transformá-lo em alguém conformado com a natureza da violência”, pontua o crítico Denis Klimiuc, do Cinema com Rapadura.
Portal Correio

João Azevêdo apresenta projeto para construção de aeroporto de Patos

Nenhum comentário
O governador João Azevêdo se reuniu, nesta quarta-feira (18), em Brasília, com o secretário nacional da Aviação Civil, Roney Saggioro Glanzmain, ocasião em que apresentou o projeto para a construção do aeroporto de Patos, no Sertão da Paraíba, orçado em R$ 35 milhões, que terá a contrapartida de R$ 10 milhões do Governo do Estado para a execução da obra.

De acordo com João Azevêdo, todo o projeto já foi concluído pela gestão estadual. “Nós queremos realizar a construção de um grande aeroporto em Patos para buscarmos a tão sonhada interligação regional. A Prefeitura já desapropriou a área necessária, nós já estamos com o cronograma estabelecido e esperamos que em março do próximo ano, possamos assinar a ordem de serviço para comemorar e celebrar com todos os irmãos do Sertão essa grande vitória”, comentou.

O senador Veneziano Vital do Rego destacou a importância da obra para a região. “Nós sabemos que os nossos irmãos sertanejos são dependentes dos aeroportos de João Pessoa e de Campina Grande para deslocamentos em nível nacional. Fundamentalmente, todas as ações estão bem encaminhadas e nos sentimos partícipes e com a responsabilidade de também sermos colaboradores desse projeto”, declarou.

Necessidade da região
 
O deputado federal Hugo Motta enalteceu a determinação do governador João Azevêdo para assegurar um grande investimento para o Sertão. “Nós acompanhamos o projeto desde o seu nascedouro e o governador João Azevêdo conhece de perto não só a necessidade da região, mas seus pormenores, e a Paraíba e a cidade de Patos têm a sorte de tê-lo como gestor. A região vai ganhar esse presente, graças à determinação do governo estadual e o aporte de recursos do governo federal para que a gente realize esse grande sonho da população patoense e sertaneja de ter um grande aeroporto interligando a nossa região com as principais cidades e regiões do país”, frisou.

Também participaram da reunião, o deputado estadual Ricardo Barbosa, o secretário da Infraestrutura, dos Recursos Hídricos e do Meio Ambiente, Deusdete Queiroga, o secretário executivo da Representação Institucional, Adauto Fernandes, e o chefe de Gabinete do Governador, Ronaldo Guerra.
 
 
 
Portal Correio

Começa nesta quinta (19) o pagamento do Pis/Pasep

Nenhum comentário
A Caixa paga nesta quinta-feira (19) o abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) para os trabalhadores nascidos em setembro com direito ao benefício. Para quem tem conta no banco, o depósito foi feito automaticamente na terça-feira (17).

No caso dos servidores públicos, o pagamento do abono salarial do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) é feito pelo Banco do Brasil (BB). Receber o benefício este mês os cadastrados com final de inscrição 2.

Quem pode sacar o benefício

Tem direito ao abono as pessoas cadastradas no PIS/Pasep há, pelo menos, cinco anos e ter trabalhado com carteira assinada em 2018 por, no mínimo, 30 dias, com remuneração salarial até dois salários mínimos, em média.

É preciso, também, que o empregador tenha informado corretamente os dados do trabalhador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) de 2018, entregue ao governo federal.

O Abono Salarial estará disponível para saque até 30 de junho de 2020.
 
 
 
 
Agência Brasil

Presidente do Nacional de Patos cobra R$ 300 mil em atraso de programas governamentais

Nenhum comentário
O presidente do Nacional de Patos, Cleodon Bezerra, fez uma dura reclamação com relação aos valores que o clube deveria ter recebido de repasses do Programa Gol de Placa, do Governo do Estado, e também de repasses da Prefeitura Municipal de Patos. De acordo com o dirigente, são mais de R$ 300 mil que ainda não foram repassados ao Naça, dinheiro que está prejudicando o início do planejamento do clube para a próxima temporada.

"O problema é que nós estamos com recursos que já eram para terem sido repassados ao clube ainda não foram liberados. São recursos na ordem de R$ 300 mil e que estão prejudicando demais o andamento dos trabalhos. A gente tem conta com fornecedor, conta com manutenção e isso tudo está sendo feito um malabarismo gigante para poder ficar em dia. Esperamos que esse dinheiro, que não é favor nenhum que se faz ao clube, possa ser liberado o quanto antes", comentou Cleodon Bezerra, Presidente do Canário do Sertão.

 Cleodon assegurou que, mesmo com a falta desses recursos, o clube já iniciou a montagem do elenco para a disputa do Campeonato Paraibano de 2020, mas que não iria revelar detalhes porque as negociações ainda não foram concretizadas. O presidente informou que a mesma situação também vale para o treinador, que já está negociando com a diretoria mas só será anunciado depois de acertados todos os detalhes.


Respostas


A Secretaria de Finanças da Prefeitura Municipal de Patos informou que por conta da baixa arrecadação registrada nos últimos meses, não foi possível repassar nenhum valor aos clubes de futebol da cidade. A expectativa, repassada pela gestão, é de que a situação possa ser normalizada no mês de outubro.

A reportagem também entrou em contato com o secretário estadual de Juventude, Esporte e Lazer, Hervázio Bezerra, que informou que nesta quarta-feira (19), serão atualizadas algumas informações relacionadas aos pagamentos em atraso do Gol de Placa e que posteriormente poderia repassar mais detalhes sobre data dos pagamentos.





Gepb

Três casos de sarampo foram confirmado na Paraíba e SES orienta busca ativa para imunização

Nenhum comentário
A Secretaria de Estado da Saúde (SES) confirmou, nesta quinta-feira (12), três casos positivos para sarampo na Paraíba. Os pacientes são residentes do município de João Pessoa, com idade entre 24 e 41 anos e com histórico de viagens para os estados de São Paulo e Pernambuco.

Até a 36ª Semana Epidemiológica, terminada em 7 de setembro, foram notificados 108 casos suspeitos de sarampo em 28 dos 223 municípios. Além dos três já confirmados, 51 casos foram descartados, 26 tiveram resultado de sorologia (S1) reagente e/ou indeterminada para sarampo pelo Lacen-PB e foram enviados ao Laboratório Fiocruz para retestagem e exames complementares e 28 casos seguem em investigação.

O sarampo é uma doença infecciosa, transmissível e extremamente contagiosa, podendo evoluir com complicações e óbitos. De acordo com a gerente executiva de Vigilância em Saúde, Talita Tavares, uma das estratégias adotadas pelo Ministério de Saúde (MS) é a intensificação das vacinas de rotina, conforme Calendário Nacional de Vacinação, sendo duas doses a partir de 12 meses a 29 anos de idade e uma dose para a população de 30 a 49 anos.

Até o momento, a Paraíba encontra-se com 86,91% de cobertura vacinal. Quanto à homegeneidade de cobertura, dos 223 municípios paraibanos, 123 (55,17%) apresentam coberturas vacinais adequadas, conforme recomendação do Programa Nacional de Imunização (PNI).

“Dessa forma, é necessário alertar os gestores municipais para intensificarem a busca ativa na população e imunizar o maior número de pessoas, atingindo a meta de 95% estabelecida pelo Ministério. Com os três casos confirmados, aumenta nossa responsabilidade em evitar que a doença se espalhe”, pontua.

Considerando que a vacinação é a única forma de prevenir a doença, a SES reforça que o esquema vacinal vigente é de duas doses de vacina com componente sarampo para pessoas de 12 meses até 29 anos de idade. Uma dose da vacina também está indicada para pessoas de 30 a 49 anos. É importante lembrar que a dose zero também está disponível para crianças de seis meses a 11 meses e 29 dias.

“Essa dose não será considerada válida para fins do Calendário Nacional de Vacinação, devendo ser agendada a partir dos 12 meses com a vacina tríplice viral e aos 15 meses com a vacina tetraviral ou tríplice viral mais varicela, respeitando-se o intervalo de 30 dias entre as doses. É importante lembrar que quem já tomou duas doses durante a vida não precisa mais receber a vacina. Se não há comprovação de vacinação nas faixas indicadas, há necessidade de adultos receberem a vacina. A caderneta de vacinação é um documento pessoal muito importante e deve ser guardada por toda a vida”, explica Talita.

 No dia 9 de setembro, a SES aprovou em Resolução CIB incentivo financeiro para que municípios com população abaixo de 100 mil habitantes possam implementar, durante o período de campanha contra o sarampo, ações que gerem melhor resultados de cobertura vacinal. Para tanto, os gestores deverão aderir (através de um termo) ao repasse financeiro que será transferido do Fundo de Saúde Estadual para o Fundo de Saúde Municipal daqueles que realizarem adesão.

A Secretaria recomenda que todo paciente que apresentar febre e manchas vermelhas no corpo, acompanhadas de tosse e/ou coriza e/ou conjuntivite, independente da idade e da situação vacinal, procure uma unidade de saúde para a notificação e tratamento imediato.

“Todos os casos suspeitos de sarampo devem ser notificados e comunicados à SES. Para facilitar, disponibilizamos um canal gratuito para ligações por meio do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs). De segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30, o contato pode ser feito gratuitamente pelo 0800 281 0023”, reforça a gerente executiva.
 
 
 
 
 
SECOM


Tradicional Festa da Guia começará no próximo sábado (14)

Nenhum comentário
Terá início neste sábado (14) com uma carreata saindo às 17h da Paróquia de São Pedro no bairro do Jatobá, zona sul da cidade a abertura da festa da Guia 2019, que terá como tema" com a virgem da Guia somos vocacionados e enviados em missão",  e o lema: ide e fazei discípulos meus todos os povos, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo" (Mateus 28,19).

São dez dias de festa de 14 a 24 haverá o novenário na Catedral às 19h, seguido de atrações culturais no pavilhão da festa. Toda as noites haverá bingo às 22h, e no dia 22 acontecerá o bingo no valor de 8 mil reais, com a cartela custando apenas 5 reais.

No dia 21 após a novena acontecerá o  jantar de confraternização.

Em preparação a festa deste ano, a coordenação do evento religioso manteve a tradição  como de costume, a peregrinação da imagem de nossa padroeira em João Pessoa, onde muitas famílias foram visitadas, assim como aconteceu na cidade de Patos, na peregrinação em várias instituições e entidades.

O padre Joácio Nóbrega, pároco da Catedral de Nossa Senhora Da Guia disse que  espera que os devotos mais uma vez lotem a igreja mãe todas as noites. Espero que vivamos intensamente este retiro espiritual, tendo como pano de fundo a temática do ano vocacional diocesano na busca incessante de intensificar nossas orações pelas vocações, como proposto pelo nosso pastor diocesano, e que a missão seja entendida com elemento essencial de nossa identidade eclesial", disse o padre.


Assessoria

Gervásio entra com representação pedindo investigação contra Bolsonaro e Ricardo Salles por omissão com queimadas na Amazônia

Nenhum comentário
O deputado federal Gervásio Maia (PSB-PB), vice-líder da oposição na Câmara, entrou com representação, nesta quarta-feira (11) na Procuradoria Geral da República, solicitando que o presidente Jair Bolsonaro, e o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, sejam investigados por crimes de responsabilidade penal e reparação de danos ambientais, ocorridos nos últimos dias, na região da Amazônia Legal, Pará e Mato Grosso. Também assinam o documento o líder da oposição,  deputado Alessandro Molon (PSB-RJ), e a deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ).

A representação corresponde ao direito garantido pela Lei Complementar nº 75/93, em seu art. 8º, que trata de notificações do Ministério Público quando tiverem como destinatário o Presidente da República, dentre outras autoridades, que serão encaminhadas e levadas a efeito pelo Procurador-Geral da República ou outro órgão do Ministério Público.

Gervásio disse que a representação acontece em virtude da falta de respostas do Governo Federal sobre a grave situação que acontece na Amazônia.
“Acabamos de protocolar uma representação com efeitos de ordem civil e penal, em virtude do que tem ocorrido na Amazônia, pela omissão, evidentemente, do presidente da República, Jair Bolsonaro, e também do ministro, Ricardo Salles. Então, acabamos de dar entrada nessa petição para que providências sejam tomada por parte da Procuradoria Geral da República. O que está acontecendo na Amazônia é muito grave. O que estamos pedindo a Procuradoria é que se investigue e caso se detecte a omissão ou negligência para que haja as punições cabíveis”, explicou o parlamentar.

O deputado Alessandro Molon destacou a iniciativa do deputado Gervásio Maia.
“Como disse muito bem o deputado Gervásio, que idealizou essa iniciativa, teve a ideia e a proposta de fazermos isso juntos, pedimos que o Ministério Público atue para cobrar as responsabilidades criminais pela destruição desse grande patrimônio, que é brasileiro! Aqui não está em questão se diz respeito à soberania do Brasil ou não. É claro que diz respeito à soberania brasileira, mas essa soberania deve ser usada para proteger esse patrimônio, e não como desculpa para destruí-lo. Por isso, estamos aqui juntos assinando essa iniciativa do deputado Gervásio.”

A deputada Jandira Feghali, também ressaltou a iniciativa do deputado Gervásio e cobrou urgência nas investigações.
“Nós precisamos mobilizar o sistema de justiça, isso precisa ser investigado! Teve a denúncia do Dia do Fogo, teve uma série de denúncias de cumplicidade, entre o Governo e os possíveis criminosos das queimadas. Que já estão chegando a 20% de incapacidade de devastação da Amazônia, o que gera riscos hidrológicos, riscos à biodiversidade, riscos aos povos tradicionais, riscos também à toda pesquisa científica e à agricultura familiar. Então, é muito grave o que está acontecendo. Uma tragédia! É necessário que o presidente da República e o ministro sejam responsabilizados por isso. Então, essa inciativa de Gervásio, que trouxe as duas lideranças, representando o conjunto dos partidos que compõem a oposição no Congresso Nacional, é para que o Ministério Público possa agir, imediatamente, nessa investigação e ação", ressaltou a deputada.

Dentre as solicitações presentes no documento estão: investigar a responsabilidade do presidente, Jair Bolsonaro, com relação à instigação à violência contra indígenas e incentivo a queimadas e desmatamentos na região da Amazônia Legal, Pará e Mato Grosso, e por parte do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, a representação requer uma investigação por omissão ao seu dever funcional de ministro ao não adotar medidas efetivas de combate às queimadas e desmatamentos na região da Amazônia Legal, Pará e Mato Grosso.
 
 
 
Assessoria
© todos os diteiros reservados
easyweb com tecnologia blogger